segunda-feira, janeiro 03, 2011

POR ONDE ANDEI

Há muito tempo fui num sítio de amigos meus. Lugar gostoso de ficar, passar o dia, sentir a natureza, curtir o vento.


Sou apreciadora dos ventos.

E parei para sentar num trapiche de um açude ou lago, não sei ao certo. Sei que ali fiquei pensando na vida.

Eu curto este lance de refletir, de "sair do ar", muitas vezes de escrever fazendo devaneios nas palavras e postando alguns destes, no blog. E em muitos arquivos secretos do meu computador passo a reler e pensar.

Hoje fiquei assim, pois estou a um passo de realizar uma tatuagem. No pé mesmo a seguinte frase: " POR ONDE ANDEI" .

Fruto de inspiração de uma menina linda chamada Caroline Roxo. Ela tem esta tatuagem.

E eu não vou negar; me apaixonei.

E lá neste sítio que costumo ir de vez em quando sentei frente ao "lago-açude" e fiquei refletindo tudo que vivi nos últimos anos. Pensei:
" - Nossa! Eu já passei por cada coisa..."!

Pensei nos momentos em que passei, nas pessoas que conheci e nos lugares por onde andei. Lugares que viajei, passagens da minha vida entre amigos, trabalho e família .

Tudo...

Na minha gravidez, por exemplo, meus pés “falaram” muito. Ficaram como pães!

E o "Por onde andei" me fez reportar - e a pensar - que a vida passa e nunca conseguiremos esquecer dos sentimentos bons em que já sentimos, dos amores que tivemos e de vivências que marcaram em todo uma trajetória de vida.

O tempo voa; passa como um vento!

Quem sabe uma brisa que vem a fazer lembrar-me de tudo que o amor me fez sonhar, dos meus erros, das minhas conquistas e lutas!

Por onde andei também pode ter o sentido de que tudo que ficou guardado; as lembranças sempre me fizeram sonhar, sempre existiram estes momentos e que me marcaram.

“Por onde andei” é uma frase aberta a muitos sentidos...

E nada mais evidente como os pés....

E por mais que tenha passado rápido nunca muda o prazer de saber que aconteceu.

Nunca deixa de sentir aquele momento; o perfume do ambiente, a minha inocência na infância e meus eternos sonhos de mulher.

Nem que seja por alguns segundos de pensamento...

"Por onde andei" te leva há muitos lugares...

Minha amiga estranhou a frase nos pés que tatuarei ainda este mês.

Como ela sabe que curto florear a vida me questionou:

Por onde andei...no mundo da lua Fabi?”!

Foi então que respondi lembrando que Nando Reis canta uma música chamada Por Onde Andei também:

" - Não amada... Por ando andei me levou a muitos lugares além da LUA! Por onde andei foi muito além disto..."


"Minha alma é um bolso onde guardo minhas memórias vivas.Memórias vivas são aquelas que continuam presentes no corpo.Uma vez lembradas, o corpo ri, chora, comove-se, dança…
Rubem Alves"



* Foto "trapiche" by Felipe Fontoura