domingo, agosto 19, 2007

Sarna mística e foto do aniversário do Pai Alexandre


Ui que correria. este site http://www.blogger.com/, não abre no pc de minha casa. O que será, hêim!?!

Semana cruel... pior que fui eu que procurei sarna pra me coçar. Passei por um choque místico do futuro. Pra variar, tenho pressa de resolver tudo na vida. Resolvi ir de encontro ao mundo do misticismo. Revelações foram ditas. A grande maioria de detalhes que já sabia. Mas as previsões futuras e passadas fizeram fermentar minhas insônias maternais. Até onde se leva ao pé da letra?

"Para Deus, nada é IMPOSSÍVEL"!

Para quando ficava incrédula...

To mexida... Sou tão romântica, sonhadora... já quebrei a cara uma única vez da minha vida(e valeu de lição), mas e se houver a segunda? Depois de tudo? É muito azar... Onde este raio quer parar, caramba!?!

O bom que meu filho é guerreirinho de São Jorge e tem uma saúde de ferro! Só é rinítico...

Do resto... destinos cortados... sacrifícios e provações....

Então eu rezo... rezo...rezo...

Esta foto retrata um aniversário que fui há um mês e meio atrás. Aniversário do querido Pai Alexandre. Foi uma festa linda, organizada e alegre! Ele merece! Tem uma serenidade no olhar e a sabedoria nas palavras. Preciso ser como ele. Sei lá o que devo fazer... yoga, caminhar na praia? Não sei...Bagunçou meu coração esta semana turbulenta....

domingo, agosto 12, 2007

Amigo


Conversava com o célebre Slow e Letícia sobre carros. Lamentei dizendo: "- bah...eu tenho um fusca! Mas não posso reclamar. Me leva pra tudo que é canto!"

Foi aí que Slow larga:

- MAS FUSCA NÃO É CARRO; FUSCA É AMIGO!"

Bingo! FUSCA É AMIGO!

sábado, agosto 04, 2007

Uma babá chamada TATATÁTA!



Esta mina aí é cabeçuda. Já deu muitos nós nos meus nervos e pensamentos. O tempo ajudou na grande-notável a amadurecer. E para a minha surpresa, sorrateiramente, sem pedir, apenas doar; sem pagar, mas fazer de coração, a Tatatata, como o meu nego gosta de chamar, passou a cuidar e a zelar do meu pequeno João Vicente! Garimpando, muita conversa e muitos sorrisos, foi me conquistando e principalmente, enchendo de alegria o meu pequeno. Hoje eu confio muito nela. Volto a trabalhar no final de agosto e, com a licença lactante(trabalho apenas três horas por dia), meu pingo de bebê, ficará na casa de minha mãe, sob os cuidados da doida Tatatata! Em dezembro ele vai para a Cejuquinha, creche do Poder Judiciário!

Por enquanto brinda com a mamãe as belas e frias tardes deste inverno com a presença da ilustre Babá, Tatatata! A foto aí não parece das melhores! O JV tava de saco cheio de ser fotografado! mas ficou uma bela foto, não?

Abaixo um parecer que fiz dela:

Logo que conheci a Tata eu pensei: “- em que mundo esta menina vive?”De jeito escrachado, sorriso largado e uma alegria drag que me chamava a atenção. Observei. São três anos que pertenço a sua vizinhança e que me levaram a concluir que a Tata pertence a um mundo praticamente sem maldades. Portanto, quase tudo que ela viveu ou experimentou nesta empreitada da vida teve como cenário, o Seu Universo. Um mundo com pacote de jurisprudências e sentenças somente dela. E quem não lembra daquele seriado A ILHA DA MAGIA? Do anão Tatoo e do Sr. Roarke? Lembram que os hóspedes-convidados chegavam a esta ilha e passavam por uma série de aventuras, provações, e ciladas? Todos terminavam, ao final de suas temporadas na ilha, saindo, levando para si, uma lição de vida, enfim, uma espécie de “moral da história”. Tata, muito entrou na Ilha da Magia. Ou melhor, na Ilha do Beabá da Vida. Amargou derrotas e comemorou momentos importantes. Quem não já passou por isto? Todos nós? Correto. Só que Tata teve um plus a mais. Tata é pura, é intensa! Não existe airbags ou freios ABS para suas provações. Tata é bumg-jump para viver. Aí que a cartilha da vida alerta. Tudo tem exceções; nem tudo são flores... Aliado a isto tem a sua PÃE ANA. Sim, uma mãe q vale, abençoadamente, como mãe e pai. Tem sua matriarca e Mór, avó Marlene. Isto basta, amiga! Pois família é a base. Amigos são mega importantes, porém estas duas amazonas do planeta Terra estão sempre dispostas a carrega-la! Isto é benção Thaís Leite! Hoje, sendo mãe, eu sei muito bem disto. E olha que é só o começo para mim. Obrigada por cuidar e zelar pelo meu filho João Vicente tão bem! Te adoro do fundo do meu coração!

Um final feliz

Para quem não acreditava, consegui fazer um "Final Feliz" para os meus gatos! Desde a minha saída do apartamento, quando ainda me encontrava acamada da pré-eclêmpsia, fui obrigada a deixar meus felinos. No começo a galera se revezava no apartamento para alimentar, acariciar e preencher, de vida , a minha ausência no lar. Depois, quando estava no hospital, eles foram levados para o apartamento de uma amiga minha, Rosane. Lá ficaram felizes na companhia da bela(e modelo internacional-ti-metiii!), Natália Fell e da sapeca e linda Nicole de 09 anos. Dois meses seguiram e o apego começou a ficar acirrado entre as madrinhas que os abrigavam. Eu, nestas alturas do campeonato, já estava certa de que não poderia ficar com eles. Uma série de motivos que levaram a melequentas polêmicas do tititi verbal e do conselho doado:
"- eu já criei meu filho com animais. tudo no meio dos pêlos!";
"- nunca vi isto... não tem problema"
Ouvi, li... mas depois que o João Vicente nasceu e, de cara, apresentou o ronquidão nasal, eu parei para repensar em muitas coisas que fazia e curtia, do passado mas que, naquele momento, tinham que serem enterradas, enfim, cortadas. Com um mês e dez dias, meu pituco, teve uma gripe. Gripe que obrigaram a fazer aspiração nasal pela Eco Salva(ele tem este plano). Foi aí que veio o diagnóstico:
Por eu ser asmática, João Vicente já era um forte candidato a adquirir problemas respiratórios. Tive, a partir daquela noite, decidir que não teria, de volta, os meus amados gatos. Demorou; mas não falhou!
Ambos foram adotados!
Mizy ficou com Rosane, Natália e Nicole. No mesmo lar em que estava hospedado; já Barthô, ganhou a Elaine, como mãe adotiva, mais três gatos de irmãos(inclusive este lindo aí da foto de nome Dido- pois tem o Fido também), dois cachorros super mansos e 35 passarinhos rsrs Olha a disneylândia que este gato não fez! Tá feliz, numa casa(coisa que eu duvidava que ele se adaptaria) cheia de vida, grama e sol!
Enfim! Passei a dormir de novo.
Bichos?
Nunca mais!
NO MEU AQUÁRIO-HOME?
SÓ ENTRA PEIXE :-)

Junção das boas!




Tá aí um momento gostozérrimo! Reunir amigos do samba, em um clube, com o meu filho! Coloquei algodõezinhos nos ouvidinhos dele! Mas ele compreende! A mãe dele tocou a gravidez toda, ouviu samba a gravidez toda(Claro que Ana Carolina e Seu Jorge estiveram na seleção)! Só poderia dar em harmonia no JV! Ele curte samba! Tá aí... Vinte anos de carreira da amada Jô e o gogó de ouro, Nêgo Edu! Estavam presentes minhas pastoras, compadres e amigos! Gente que me apoiou nos piores momentos de minha vida! Amigos guerreiros de São Jorge! Um momento de alegria!


Silêncio




Em alguns momentos me sinto muda diante das tuas palavras.Pra dizer a verdade quase sempre tenho a sensação q não sei nada sobre a vida,sobre o amor e o sofrimento. Nada… E to aprendendo, pois tá sendo muito bom estes fartos e inesquecíveis momentos! Me belisca, vai!



"Não existiria som se não houvesse o silêncio

Não haveria luz se não fosse a escuridão

A vida é mesmo assim!

Dia e noite, não e sim!

Cada voz que canta o amor!

Não diz tudo que quer dizer!

Tudo que cala fala mais alto ao coração!

Silenciosamente eu te falo com paixão

Eu te amo calado

Como quem ouve uma sinfonia

De silêncio e de luz

Nós somos medo e desejo

Somos

feitos de silêncio e som

Tem certas coisas que eu não sei dizer..."

Verde de saúde e esperança!


Reloginho no sistema digestivo, faz quase que diariamente(sim, toda a regra tem a sua exceção!), pela manhã. Em seu quartinho, delicadamente decorado com fusquinhas de border deixo o famoso JV a vontade! A cor deixei para familiares e amigos escolherem: Veio o verde na cabeça! Verde cor de saúde e esperança! Tá aí o meu cotoco!

Saramalenco!


Era uma manhã linda. Na verdade, era o início, oficial, do inverno! Portanto, um dia atípico da estação! Fez calor e não hesitei em colocar uma roupinha mais de algodão, fresquinha! Botei esta espécie de tip-top-vestido! Uma roupa 'estilo árabe' para meninos! Ele ficou concentrado, me olhando profundamente! Toda manhã, meu doce menino acorda sorrindo. E como se dissesse: "- Bom dia mamãe!"

Isto não tem preço! É o mais belo sorriso! Fico toda derretida!

Deixo aqui, a fotinho dele indo para passear de roupinha "Saramalenco!"! Solzinho e muita alegria!

HUMPF... carregando...


To escrevendo do computador de minha mãe. O endereço do site do meu blog não abre no pc lá de casa. Humpf... Fica dizendo e piscando: "Carregando! Carregando! Carregando!"

Mas carregando ooooo quêêêêê?

Bom, to meio sumidinha por uma série de coisas. A emoção de ter meu filho e a lida com o dia-a-dia tem me feito ficar, certas vezes, meio que ... perdida, sabe? Aos poucos me recupero. Pena que, com o tempo que me sobra em casa para escrever, o blog 'não funcione'. Vou hoje mesmo buscar uma solução já que, aqui, este abriu!

São tantas coisas para contar...

São tantas coisas para comemorar...

Só não comemoro o combate as dívidas que estas... Rá! tá difícil gente! To me virando que nem bolacha em boca de véio!

Vibro por estar em paz com a minha nova família: eu, João Vicente e o papai dele! Falo assim pois este é meio avesso a fofocas virtuais, exposição de imagens. Destino complicado que enozou a minha vida também! Mas a essência, o amor, o sorriso tá estampado em nós três! Isto é benção! Bem, pra muito bezubada que alfinetou por aí.

Tenho que contar tantas coisas, como as travessuras do João Vicente que já ensaia uma voz suave, rouquinha e rasteira.

Tenho que falar da labuta matrimonial que minha irmã seguiu: Foi morar definitivamente em Campinas num belo ninho paulista!

Falar do meu retorno ao trabalho(faltam poucos dias!), das minhas inseguranças, mudanças psicológica e físicas que me ocorreram... tricô das palavras que não faltarão!

Deixo eu me inspirar!

bjo a todos, Fabi