quarta-feira, janeiro 21, 2009

Aberrações da mente humana e as amnésias da política brasileira...







Rastreando...escrevendo...lendo...pesquisando dou, de cara, com esta notícia...


"Museu faz homenagem a relações amorosas que não deram certo"
Meu Deus!
Não tem no que pensar?
Mas eu achei tão esquizóide que resolvi 'dividir' com vocês esta loucura da mente humana. Olha, tem louco pra tudo. Musei itinerante de casamentos frustrados. As fotos ilustram o mais absurdo: Expor a falência de casais que acreditavam no amor. Tem até centopéia tetraplégica rsrs Os casais fracassados colaboram doando seus objetos íntimos. Os inventores: Drazen Grubisic e Olinka Vistica inauguraram a 'façanha' em Cingapura.... Já pensou vindo para o Brasil? Affe!
Agora, tive que rir com esta centopéia aí da foto. Segundo os expositores, ela era de um casal que vivia distante retirava uma perna do boneco a cada vez que conseguiam se encontrar. O plano deles era casar quando as pernas acabassem, mas o namoro terminou antes. Ficou TE-TRA-PLÉ-GI-CA a coitada... tadinha...
E Ó: O MUSEU ACEITA DOAÇÕES.
***
Sabem, resolvi colocar...
Mas fica aqui, a minha dica, porque não fazem um museu de imagens, documentos que provam os políticos corruptos de nosso país???
É lista mesmo!
Documentos!
Reportagens...
Filmagens!
Nós, brasileiros temos esta memória furada... esquecemos fácil das barbaridades políticas e sociais.
Então fica aí a minha dica... lista dos corruptos que encontrei neste site(http://www.geocities.com/sitedoscorruptos/main.html):
ISTO É SÓ UM APERITIVO DA LISTA QUE ESTE SITE MOSTRA! IMAGINA FAZER UM MUSEU ITINERANTE ASSIM? CREDO...
MARCELLO ALENCAR - PSDB / RJ: governo de Alencar, inflava as despesas com educação. Entre outras irregularidades, havia um dossiê revelando que 25% da água encanada no Rio se perdia nos vazamentos da Cedae.
WIGBERTO TARTUCE - PPB / DF Deputado de Brasília, foi descoberto pagando um jardineiro para sua mansão com o dinheiro da Câmara.
NIVALDO JATOBÁ - PMDB / AL Prefeito de São Miguel dos Campos, Alagoas, empregou a família na prefeitura.
SEVERINO MARCONDES MEIRA, rei do nepotismo.
JOAQUIM RORIZ A CPI do Orçamento realizada entre 93 e 94 concluiu pela suspeita de que o então governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, cometeu irregularidades na gestão nos recursos públicos
JUSCELINO DE JESUS SILVA - PTB / MS, falcatrua de vereador que só desviou dinheiro.
PREFEITOS PAULISTAS CASSADOS POR IRREGULARIDADES: VALTERCIDES MONTEIRO - PMDB / SP; UÉDINA APARECIDA DA SILVA COLOSIO - PDT / SP ; LUIZ ALEXANDRE DE GALVÃO - PFL / SP; JOSÉ CARLOS GARZIN - PFL /SP; ELIANE PAVAN AMOROSO / SP entre tantos... nossa...
SÉRGIO NAYA Ex-deputado mineiro, acusado pelo desabamento do edifício Palace II, de sua construtora, que causou a morte de oito pessoas no Rio em fevereiro de 1998 ;
ZECA DO PT - PT / MS contratou, vergonhosamente, parentes...
NICOLAU DOS SANTOS NETTO A CPI do Judiciário acabou revelando evidências fortes contra o juiz, e ex-presidente do TRT paulista, suspeito de ter desviado recursos destinados à construção do Fórum Trabalhista, que abrigaria as repartições da Justiça do Trabalho espalhadas pela idade de São Paulo. Além de Nicolau (apelidado de juíz "Lalau"), outros representantes do Judiciário têm sido investigados.
PAULO SALIM MALUF - PPB A CPI dos Fiscais convidou o presidente nacional do PPB e ex-prefeito de São Paulo, para prestar depoimento à comissão sobre irregularidades ocorridas na contratação de funcionários por empresas controladas pela Prefeitura entre 93 e 96. Este nem vou falar mais o currículo é extenso...
CASSIANO NETO Denunciado pelo Ministério Público, por contribuir para um "fundo" de propinas, para pagamento de policiais e autoridades.
Os irmãos PC Farias daria uma novela mexicana...São tantas histórias...
ÍRIS RESENDE - PMDB / GO GERALDO MELLO - PSDB / RN ROBERTO REQUIÃO - PMDB / PR = Aprovaram anistia de multas eleitorais para eles próprios.
Família ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES - PFL / BA !
MICHEL TEMER - PMDB / SP Deputado - Propôs a oficialização do nepoptismo, com "cotas" para contratações de parentes.
SEVERINO CAVALCANTI - PPB / PE O corregedor da Câmara, que apresentou em 1999, uma emenda para que cada um dos três poderes, fixe o seu próprio salário, disse que "R$ 11,5 mil era muito pouco, para um parlamentar viver com dignidade".
CELSO PITTA - PTN / SP O Ministério Público pediu afastamento do prefeito de São Paulo por causa de várias denúncias (inclusive de sua ex-esposa Nicéa e do filho).
FRANCISCO ROLIM / RS CARLOS BEMVINDO RODRIGUES / RS - No Rio Grande do Sul, os vereadores de Eldorado do Sul, um pequeno município na região metropolitana de Porto Alegre, descobriram uma forma de aumentar os salários. Eles viajam, e com o valor pago pelas diárias, garantem vencimentos extras que podem passar de R$ 5.000,00 por mês. Os 9 vereadores gostam mesmo de viajar. Só no ano passado, eles gastaram R$ 228.000,00 em diárias. O presidente da câmara garante que todo este gasto faz bem para o município. “Recursos, conhecimentos, nós temos um município novo e nós temos que aprender”, diz Francisco Rolim, presidente da Câmara dos Vereadores. Os vereadores recebem 300 reais por dia, quando viajam dentro do Rio Grande do Sul. Quando vão para fora, a diária sobe para R$ 750. na região metropolitana de Porto Alegre. O ex-presidente da Câmara até tentou cortar os gastos. Criou um projeto que diminuía em 50% o valor das diárias. A proposta sequer chegou a ser votada. O curioso, é que o mesmo vereador já liderou o ranking das diárias: ganhou R$ 68 mil em 2002. Este outro vereador acha justo o valor das diárias. No ano passado, ganhou R$ 50 mil e a viagem mais longa não passou de Santa Catarina. Para ele, o dinheiro extra serve para compensar o salário de R$ 1.800,00, que ele acha baixo. “Um vereador viver com R$ 1.800,00, toda as despesas, o que sobra?”, diz o vereador Carlos Bemvindo Rodrigues.
Elza Calixto - O Ministério Público Federal denunciou cinco pessoas por formação de quadrilha para desvio de dinheiro da Assembléia Legislativa do Paraná entre os anos de 2000 e 2001. Entre os denunciados estão Luiz Cláudio Romanelli, ex-deputado estadual e ex-diretor da Cohapar, e Nereu Moura, deputado estadual, ambos do PMDB. A denúncia foi apresentada ao Tribunal Regional Federal, em Porto Alegre.
Já viu? tem mais gente...tem MAIS... a gente que esquece! Amor passado não precisa ser lembrado em museu...mas a nossa dignidade como cidadão, ESTA SIM! tem que ser respeitada...

ZZZZZ... ZZZZZ ... ZZZZZ ....


Ultimamente no meu estado de hibernação esta tv seria um achado. Lançamento da Sony. Ela desliga se tu caires no sono. Já pensou a eureca de economia? É uma tv ecológica e com sensor embutido. Se não detectar movimento no ambiente; desliga automaticamente. Já pensou????
Uuuuuaaaahhhhh deu sono... zzzzzzzzz zzzzz zzzzz

terça-feira, janeiro 20, 2009

A Rapa ...


Ela pegou o 'clitóris' de muitos problemas amorosos... Caracas!!!
Foi neste domingo(18/01) que eu li no jornal Zero Hora. "Falta a rapa em muita relação!", meeestraaa! Eu acabei me questionando... me voltei pra mim e me perdi galera! Na boa, to com a minha lua em libra pois não enxergo o fundo do "meu" prato! Eu não vejo a minha rapa(será?)!
Mas esta "da rapa" foi muio boa. Vale a pena ler gente... Desbanca qualquer lamúria feminina... E a gente cai na lábia das amigas e dos amigos que largam chorooosooos: " - ÓÓÓÓÓ... nunca mais! buáááá"
Só falta a gente chorar junto rsrs


Ta aí a meeeestraaaa MARTHA MEDEIROS!



"MARTHA MEDEIROS

Tacada de mestre.

A partir daí, começamos a debater essa inquestionável verdade: em determinadas relações, ficamos muito mais sufocadas pela ausência do homem que amamos do que pela presença dele. Creio que vale para ambos os sexos, aliás. Um namoro ou casamento pode ser questionado dia e noite: será que tem futuro? Será que vou segurar a barra de conviver com alguém tão diferente de mim? Será que passaremos a vida assim, às turras? Óbvio que não há respostas para essas perguntas, elas são feitas pelo simples hábito de querer adivinhar o dia de amanhã, mas a verdade é que mesmo sem certificado de garantia, a relação prossegue, pois, além de dúvidas, existe amor e desejo. E isso ameniza tudo. Os dois estão unidos nesse céu e inferno. Até que um dia, durante uma discussão, um dos dois se altera e termina tudo. Alforria? Nem sempre. Aí é que pode começar a escravidão.Nossa amiga queixosa, a da relação iô-iô, perdia o rumo cada vez que terminava com o namorado. Aí mesmo é que não pensava em outra coisa. Só nele. Não conseguia se desvencilhar, mesmo quando tentava. Todas as suas atitudes ficavam atreladas a esse homem: queria vingar-se dele, ou fugir dele, ou atazaná-lo – cada dia uma decisão, mas todas relacionadas a ele. Só quando reatavam (e sempre reatavam) é que ela descansava um pouco desse stress emocional e se reconciliava com ela mesma.Eu nunca havia analisado o assunto por esse ângulo. Sempre achei que a sensação de asfixia era derivada de uma união claustrofóbica e a sensação de liberdade só era conquistada com o retorno à solteirice. Mas o amor, de fato, possui artimanhas complexas.Minha amiga finalmente terminou sua relação tumultuada e hoje está vivendo um casamento mais maduro e sereno. Aquele nosso papo foi há alguns anos, mas nunca mais esqueci dessa inversão de sentimentos que explica tanta angústia e tanta neura. Por que temos urgência de abandonar um amor pelo fato de ele não ser fácil? Quem garante que sem esse amor a vida não será infinitamente mais difícil? Às vezes é melhor uma rendição do que fugir de um amor que não foi vivido até o fim. Foi isso que nossa amiga psicanalista quis dizer durante o jantar: não antecipe o término do que ainda não acabou, espere a relação chegar até a rapa, e aí sim. As contradições do amor ...


Eu estava quieta, só ouvindo. Éramos eu e mais duas amigas numa mesa de restaurante e uma delas se queixando, pela trigésima vez, do seu namoro caótico, dizendo que não sabia por que ainda estava com aquele sequelado, et cetera, et cetera. Estava planejando terminar com o cara de novo, e a gente sabia o quanto essa mulher sofria longe dele. Eu estava me divertindo diante desse relato mil vezes já escutado: adoro histórias de amor meio dramáticas. Foi então que a terceira componente da mesa, que é psicanalista, disse a frase definitiva: Eu, se fosse você, não terminava. Às vezes ficamos mais presas a um amor quando ele termina do que quando nos mantemos na relação.Tacada de mestre. A partir daí, começamos a debater essa inquestionável verdade: em determinadas relações, ficamos muito mais sufocadas pela ausência do homem que amamos do que pela presença dele. Creio que vale para ambos os sexos, aliás. Um namoro ou casamento pode ser questionado dia e noite: será que tem futuro? Será que vou segurar a barra de conviver com alguém tão diferente de mim? Será que passaremos a vida assim, às turras? Óbvio que não há respostas para essas perguntas, elas são feitas pelo simples hábito de querer adivinhar o dia de amanhã, mas a verdade é que mesmo sem certificado de garantia, a relação prossegue, pois, além de dúvidas, existe amor e desejo. E isso ameniza tudo. Os dois estão unidos nesse céu e inferno. Até que um dia, durante uma discussão, um dos dois se altera e termina tudo. Alforria? Nem sempre. Aí é que pode começar a escravidão.Nossa amiga queixosa, a da relação iô-iô, perdia o rumo cada vez que terminava com o namorado. Aí mesmo é que não pensava em outra coisa. Só nele. Não conseguia se desvencilhar, mesmo quando tentava. Todas as suas atitudes ficavam atreladas a esse homem: queria vingar-se dele, ou fugir dele, ou atazaná-lo – cada dia uma decisão, mas todas relacionadas a ele. Só quando reatavam (e sempre reatavam) é que ela descansava um pouco desse stress emocional e se reconciliava com ela mesma.Eu nunca havia analisado o assunto por esse ângulo. Sempre achei que a sensação de asfixia era derivada de uma união claustrofóbica e a sensação de liberdade só era conquistada com o retorno à solteirice. Mas o amor, de fato, possui artimanhas complexas.Minha amiga finalmente terminou sua relação tumultuada e hoje está vivendo um casamento mais maduro e sereno. Aquele nosso papo foi há alguns anos, mas nunca mais esqueci dessa inversão de sentimentos que explica tanta angústia e tanta neura. Por que temos urgência de abandonar um amor pelo fato de ele não ser fácil? Quem garante que sem esse amor a vida não será infinitamente mais difícil? Às vezes é melhor uma rendição do que fugir de um amor que não foi vivido até o fim.

Foi isso que nossa amiga psicanalista quis dizer durante o jantar:

não antecipe o término do que ainda não acabou, espere a relação chegar até a rapa, e aí sim. "

Gato inesperado


Então vamos lá... Tantas coisas e couuusas em tantas, para tantas lembranças! A Vida é assim: marcante...
Fiquei feliz, lisonjeada com uma ligação de alguém muito importante em minha vida. Coisa de décadas! Os mais íntimos sabem o quão especial foi. E para comparar com um toque informativo do mundo afora, resolvi postar esta notícia que surpreendeu uma rede de tv alemã. Um gato invadiu o estúdio quando o apresentador falava ao vivo a meteorologia da semana. Quando li isto pude lembrar algo que me aconteceu há duas semanas. Estava em meu trabalho atucanada e anisiosa com as ínumeras ligações de uma corretora. Quando o cel tocou, de novo, fui surpreendida, também, por uma ligação de um gato muito astuto e querido. Ligou, falou, tentou se explicar o porquê da procura depois de anos e eu gélida, já reconhecendo a voz, disse seu nome e me silenciei para ouvir tudo o que ele tinha a dizer. Tremi nas bases pois caiu num momento em que ando "fora da área de cobertura", ou melhor, na tal da "paz sem sabor", sabe?
Pois é... entre tantas e tantos personagens ficou a lembrança! A lembrança de procurar, depois de anos, para dar um oi, rever, ouvir, falar... Fiquei grata!
E este gato anda por estes telhados da cidade... E eu... adormecida num misto de preguiça espiritual ando... sonhando... repousando nestas abençoadas férias. Abaixo alguns trechos da matéria onde o gato invadiu o estúdio. Desta vez um gato de verdade! Pois o meu gato inesperado anda miando por aí. Nem eu sei quais são suas trilhas. Mas ficou o carinho. Como ele que me ligou, gatos são sábios, enigmáticos e são provavelmente, de outro mundo.
Trechos, site do jornal O Globo:


"Um gato invadiu um estúdio de um canal de televisão alemão durante a transmissão ao vivo da previsão do tempo por um meteorologista alemão. Joerg Kachelmann falava sobre o frio que atinge a Alemanha quando um gato roçou na perna dele, fazendo com que ele olhasse para baixo para ver o que estava acontecendo. Kachelmann resolveu pegar o gato no colo porque achou que os telespectadores teriam estranhado sua reação se não vissem o que a causou.
"Gatos se irritam quando são ignorados, então fiz questão de dar atenção a ele", afirmou o meteorologista. "

sábado, janeiro 03, 2009

Uma paz sem sabor.



Nestes dias de “férias” resolvi assistir filmes no DVD portátil do meu filho. Enquanto ele dormia; eu assistia. E o que me chamou a atenção em um dos filmes que eu vi foi de um personagem que fazia o papel de “cigano de corações”. O cara literalmente, ‘passava o rôdo” na mulherada. No chavão cinematográfico deste enredo ele percebeu que ‘aquele tédio sexual’ não o preencheu em nada. Faltava o principal: Amar. Isto reporta aquele livro do Gabriel Garcia Marquez, “Memórias de minhas putas tristes” onde ele cita: "O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança". Caracas!!!! É exatamente isto que completa o ser humano, amar e amar... Eu sou pastelona mesmo, já falei pra muita gente isto. Sou romântica incondicional. Vivo, atualmente, um momento de congelamento do coração. Estou fora da área de cobertura. Não porque eu quero; mas porque eu não consigo mesmo. Muitos fatores me levam a ficar assim. Minhas situação maternal, geográfica e de projetos, também acimentam que, tudo tem a sua hora(olha o outro filme que eu citei nos posts abaixo: A Casa do Lago). Tem gente que arrota que isto é besteira, que tem que ser predador ou caçador... acham piegas ser assim...romântico. Não adianta só a vida ter um baú de conhecimentos se estivermos vazios por dentro. Até dá paa passar uma idéia de ‘coração fechado’, de independente de ‘superstar”, ou melhor, de SUPER HERÓI. E se pensarmos bem, até os super heróis das famosas histórias em quadrinhos também, um dia, se sentiram falidos de tanta força e energia. Só o amor responde as nossas expectativas, angústias, sonhos, anseios... Só que, sem amor, nada neste vida tem graça ou cor. Axé, inté, zéfini, puxaaa, arranca daqui. Na-da... nada tem graça, MESMO! Ta valendo amor social, prestar serviços voluntários a alguma entidade carente, gostar de bichos, de plantas? Olha...tá valendo...mas não completa. E as cartas falam, ops!!! Desculpem, OS FILMES FALAM! AMOR É TUDO! Temos que amar, mesmo que doa...que se sue...mas tem que amar. Pode até ser uma vida boa, mas não uma vida que valha a pena ser contada. Diante deste desabafo que digo: fazer o quê??? “É ele que desejamos, é por ele que procuramos, é nele que queremos tropeçar... nem que seja quando estivermos secos depois de fazer tanta burrada...” Como diz Gabriel Garcia escravo do amor: "Não trocaria por nada deste mundo as delícias do meu desassossego".
No momento me encontro numa paz, sem hálito, sem tato, sem olhar... Apenas, sonho.

Abaixo à(?) reforma ortográfica!!!




Quero deixar bem claro, aqui, que sou contra a reforma ortográfica! Ai que saco, a gente mal pode com tantas regras, tantas exceções nas regras e lá vem uma trupe de imbecis mudar tudo. Vai ser um nós desgraciato... Fazer o quê, meu Deus? Eu já lá tenho meus erros neste site...Até porque não sou uma editora e não tenho uma equipe de redação com 'revisão' e 'toque final". Agora, imaginem eu escrevendo com esta nova reforma? Já pensaram? MAIS ERROS! É a própria apocalipse gramatical da Língua Portuguesa. E este meu blog é o universo de todos os meus cinco sentinhos... Escrevo movida na emoção e no impulso, mesmo, de lagartear o que sinto com minhas palavras... E ainda há gente que fale que adoro falar aos quatro ventos por aqui. Humpf... Como diz a música: " - por onde eu caminhar, vire os olhos grandes de cima de mim, pras ondas do mar!", palavras Tereza Cristina e Grupo Semente. Isto vou pular pois já falei sobre este assunto.

Retorno a maldita Reforma Ortográfica. Vai ser um transtorno reaprender a escrever... Imagino já umas cinquenta mil regras!(perceberam que já aderi ao último grito? Cinquenta...sem trema)...

Não sabia que criar seria tão difícil...

Não sabia que criar seria tão difícil... Saber dizer a palavra "NÃO" para o meu filho requer uma receita dos seguintes ingredientes: Coragem, certa frieza, perseverança, paciência, amor e muita disciplina na hora exata.
É...li tópicos de uma matéria que achei interessante. Vejam só as dicas:
"Que chato dizer “não” para o meu filho. Certamente você já deve ter seguido essa linha de raciocínio pelo menos uma vez na vida... Aceitar tudo o que o querido de casa determina é a porta de entrada para uma má educação por parte dos pais... Mostrar para a criança o que pode e o que não pode, fazendo com que reconheça sim e o não. Ficar bravo quando a criança faz algo errado e mostrar que ficou feliz quando acerta na sua atitude.Não há como cuidar dos filhos “sob uma redoma” onde tudo é permitido. A sociedade vai cobrar limites e nem tudo que a criança quiser vai conseguir, assim sendo por toda a vida. Estabelecer limites e disciplina requer paciência e firmeza... Portanto, pense duas mil vezes antes de dizer um “sim” ou “não”."
"Até um ou 2 anos de idade o bebê não tem capacidade para entender as necessidades e os sentimentos dos outros. Mesmo quando compreende as instruções dos pais não consegue segui-las. Por isso é preciso repetir várias vezes a mesma coisa. É uma fase delicada, que demanda muita paciência. Se seu filho se torna agressivo todas as vezes que é contrariado, você deve ensiná-lo que, apesar de a negação ser frustrante, não justifica um tapa. Ele continuará tendo comportamento de choro ou irritação, porém, com o crescimento, será capaz de compreender e modificar sua atitude. Lembre-se de elogiá-lo quando fizer algo que agrade, assim ele perceberá que ao se portar bem, terá sua atenção e carinho."
Meu filho anda se magoando com os meus "não's". Ainda mais com esta personalidade Touro, com ascendente em sagitário e lua em Leão!" Afeeee!
A foto aí foi um registro de dizer " - Não faz istoooo!"
Eu to aprendendo, eu to batalhando, eu to lutando... E não é fácil ... rsrs

SER PRA QUÊÊÊ; FAZER.... Uaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah...


Aí, mais uma antiga que desenterrei da minha caixa de correio, ou melhor, meu 'diário virtual antigo".


Isto aqui não é uma frase qualquer; é um mantra! Em vez de procuraram camisetas de Nike, Diadora, Puma, Cavalera, Diesel entre outros, acho que muitos mutantes masculinos que circulam pelas vias da cidade deveriam assumir o seu lado SER PRA QUE FAZER! Uma boa dica! Vaga bonde....

A Casa do Lago





Me chama de mamão com açúcar que eu sou mesmo! Gente, eu achei este filme, lindoooo! Aí, era em dezembro(mais ou menos, nem eu lembro a data) que resolvi filosofar este filme em minhas 'endiadas tribais do coração'. Escrevi e comparei meus anseios, conflitos, expectativas e sonhos. Saiu isto aqui abaixo. Resolvi colocar só agora.


Botei na caixinha do correio. Será que sai uma correspondência? rsrs




Não sou mais uma pessoa de novidades; pelo contrário, pertenço a rotinas maternais, expectativas de uma sonhadora cidadã mulher – comum - e também uma ansiosa e curiosa empreendedora do futuro. Romântica? Sim! – AINDA GENTE!!! Tantas coisas, em quase 37 anos de vida, que já me fez escrever inúmeras cartas; das virtuais as do papel mesmo. E em todas, questionei a minha vida. E nestas questões passei por vários enredos... QUE FADOOO! Tudo leva ao ensino, correto? Sim, correto. Porém, o único fato que não mudo é ser sempre verdadeira com meus sentimentos. Ainda sou uma astronauta no mundo dos terráqueos. Paciência. É meu jeito. Se estou mal eu falo mesmo; se estou bem? Idem. . 2008 já se despede e 2009 entra como o ano de São Jorge, o Ano de Ogum! Eitcha! Vai ser labuta de guerreiros. A mim só ratifica que a Vida ta aí, lindaaa! Tenho um filho que é uma estrela no meu dia-a-dia. Mas eu busco mais, pois volte e meia eu tenho dores que só quem é mãe sabe. Tentamos abduzir qualquer sofrimento de nossos filhos. Mesmo que eles nem sintam isto. Mas imaginar a dor; já é uma dor para uma mãe. Por isto o sofrimento em dobro. Não esperava ser tão frágil assim. Fora que tenho a fama de manhosa. Há quem diga para eu falar direito e não miar. Bom... só aviso: este miado as vezes é uma urrada de uma leoa. Quem peitou; levou! Rá! São tantos momentos, sentidos, sintomas, anseios para relatar aqui que vou deixar o meu lado cinderela falar. Ta certo, ta certo! Sei que estou chegando na estrada de uma “lobinha”, embora esteja dando uma de “Paquita-velha”... mas eu gosto de verbalizar o amor! rsrs Gosto de viver o futuro, mas tudo que fale do futuro ou diga que fale; eu ouso em explorar. E há nove anos vou a uma vidente que já me disse tantas coisas que aconteceriam, inclusive, aquelas que chorei, penei em aceitar que perderia, que não teria, que não conseguiria, que venho aqui, confessar. Fato de trabalho, empreendimentos e amor. Em todas ela foi pre-ci-sa. Por mais que eu tenha relutado em acreditar; aconteceram. E andam acontecendo... ESTA É A VERDADE! Certa vez, numa das muitas consultas que fiz, tentei ver a minha Vida de um modo. Lá, depois de dado o meu aval que as cartas diziam eu chorei. E no meio de tantos sacrifícios, eremitas, forças e transformações que as cartas insistiam em dizer, veio um sinal. Algo em torno de dois anos iria mudar. Aliás, tudo. Quem me conhece sabe do que estou falando. E, vendo este filme A CASA DO LAGO me vi em suas previsões. Por isto que falei nela, na vidente. Fica delicado relatar. Mas a base e a essência deste filme mexeu muito comigo. O arquiteto frustrado e a médica solitária. Um filme lindo. Que fala de um amor transcendental, fora do tempo e do espaço. Duas pessoas em tempos diferentes, mas ao mesmo tempo juntas. OLHA O BARATO! É um filme que não precisa ser entendido; apenas sentido. É o amor que atravessa barreiras. Podem chamar de filminho “Mamão com açúcar” mas eu sempre tive alma doce, gente rsrs O plus é que este filme está zilhões de anos de ser um clássico. E os atores(por sinal o meu preferido – Keanus Reeves) estão tudo na casa dos quarenta – nenhum esconde olheiras. É show porque aplaude o fato de que não existe idade para amar! Não é um filme para menininhas rebentas e sim, para adultos mesmo, onde rege a sensibilidade, acompanhado da maturidade exata. A vida, por tudo que já passei, tem os dissabores dos quais não esperamos; no entanto Deus é tão maravilhoso que sempre tem algo bom e iluminado que nos acena... São dois anos avante em minha estrada de sonhos e projetos(inclusive planos em que eu mesma me dei o prazo); são dois anos de paz interior. É disto que estou sorvendo. Vivo!

As aparências enganam, sabiam?



Quem diria, hêim!?!

Quem diria!!!

Resolvi postar nestes primeiros dias de 2009 um exemplo de que 'AS APARÊNCIAS ENGANAM"! Postando aqui, a foto de um verdadeiro Tubarão-limão sorrindo!

Não estou brincando!!!

Ele sorriu para a foto! Claro que a estratégia deste 'sorriso' está explicada na matéria abaixo que li no site da Globo.com

Então!

Minha homenagem para este peixe temido! Enganam as aparências! Por ano, matam mais de vinte mil tubarões. Era mais certo o tubarão temer o homem; do que o homem, temer o tubarão! Eles não atacam; e sim, são surpreendidos e acabam mordendo.

Nem tudo que julgamos está correto.

As aparências enganam!

Vale para a vida

LEMBREM DISTO!

Abaixo a matéria que ganhou prêmio mundial em fotografia, na categoria, Oceanos:


"A fera dos mares! O assassino dos oceanos! Quem diria, um dos maiores símbolos da ferocidade do reino animal também é capaz de sorrir... Um sorridente tubarão-limão fotografado nas águas limpíssimas de Bahamas, no Caribe, pelo amador Bruce Yates, venceu o prémio de Melhor Fotografia, na categoria Oceanos, do tradicional Windland Smith Rice Awards de 2008, superando outras 20 mil fotos.Mas que ninguém espere que o tubarão é amistoso e que pode ser levado para casa - que fofo! - como bichinho de estimação. Nem tudo é o que parece ser. "Embora nessa foto faça parecer que o tubarão esteja sorrindo, isso é só porque ele está se aproximando na tentativa de morder uma pedaço de peixe", contou ao "Daily Mail" o americano premiado de Seattle.
Bom, esse tipo de tubarão freqüenta também as águas do Brasil... Quem sabe você não tem a sorte de encontrar um exemplar sorrindo? Se ele parecer faminto, não sorria de volta."