terça-feira, maio 27, 2008

Outono e as lembranças...


O outono é o aperitivo do inverno. Faz tu matar a saudade do verão; como lembra - bem lembrado- a rigidez do inverno. Outono é nostalgia. É a labuta do corre-corre para sobreviver. O ano sempre vôa e olhamos os retratos; e lembramos do outono! E fica aquela sensação gostosa das folhas embaladas pelo vento; desmaiadas no chão. Outono do solzinho gostoso ; outono do manto gelado da lua.
É a hora de baixar as roupas de peso; as roupas felpudas. Obra da natureza... E por falar em natureza... no início do mês de maio marcou com um ciclone na região de Porto Alegre. Onde moro, fiquei mais de 24 horas sem luz e parcialmente sem água. Era, literalmente, o quadro da dor! O outono não só deixou as folhas no chão; como também, árvores centenárias, postes empalhados do tempo e muita, mas muita sujeira!
Foi o marco desta estação em 2008. E neste clima meio cinzento e meio colorido surge o lado bom: O de namorar. Namorar e namorar... Comer pipoca, ver um dvd predileto, fazer beijinho-esquimó com meu filho... brincar de abraço de upa-upa! Trocar olhares de quem mexeu comigo há oito anos atrás!
Volúpia....
Apenas isto...

Nenhum comentário: