terça-feira, maio 19, 2009

Bebês sindicalistas




Eu tenho passado cada situação com meu filho. Algumas, em pensamentos com trava verbal, desabafo em meus pensamentos:
" - não sei o que fazer..."
A tendência das crianças de hoje em dia permitem serem mais antenadas com o mundo; mais espertas. Coisas de "gugu-dadá" não existe mais. O João Vicente quando nasceu, por exemplo, chamou a atenção de todos por ter seus olhos bem arregalados, bem abertos e atento a tudo. Mesmo sabendo que ele apenas enxergava imagens nebulosas, dava para perceber o radar em que ele apreciava a tudo que estava a sua volta. E foi crescendo... Descobriu novos detalhes de um mundo minado de objetos e sensações tão sem graça ou corriqueiros para nós. Para ele; um espetáculo!!! E lá estava ele. Primeiros passos, depois primeiras caminhadas, primeiras corridas, primeiros pulinhos e, agora, os primeiros saltos. Aprendeu(e adora) saltar de um sofá para outro, subir em cadeiras, puffs... tudo... Saltar da cama, da escada, do elevador! É um corre-corre de emergências. Quando menos esperamos, já caiu, já sujou, já derramou, enfim, fez uma travessura. A arte de ensinar os 'nãos' tem sido um desafio. Meu filho é um psicólogo. Ele me testa o tempo todo. Algumas eu cai como peixe na rede...mas tem outras que já estou fazendo vista grossa...
A dos últimos meses são estas duas:
1) Desliga o telefone, enquanto converso com alguém. A astúcia é tanta que mexe no plugin ou mesmo coloca o dedo na tecla de encerrar a ligação;
2) Quando estou no computador, não demora muito para ele se abaixar e ir direto na cpu do pc e apertar o botão. Click! Computador desligado!!! E eu, a mamãe a ver navios...
Estes sãos os novos, a geração dos Bebês Sindicalistas!!!!!!

Ralhar, dizer que está errado tem me cansado... sei que a labuta é grande. Ainda mais com a personalidade dele: Touro com ascendente em Sagitário e Lua em Leão. Caracas! O guri é fio-terra! E eu... uma aquariana mais perdida que formiga em vendaval! Mas é assim! Todas as vitórias na vida são aquelas suadas, de sacrifícios e persistências. Tá aí a letra! To batendo pé, fincando a bandeira. Algumas coisas estão dando certo! Embora eu não mude uma personalidade tão forte e possessiva. Meus planos para este semestre ainda, é contratar uma babá. Preciso para ficar esporadicamente com ele em alguma sexta do mês, alguns sábados a tarde junto com a minha família. Preciso respirar e, homeopaticamente, provar e ensinar para este meu pitoco que a vida pertence aos guerreiros. Serei sempre sua guia, seu anjo...mas a sombra sem limites as vezes prejudica o desenvolvimento do psiquê de qualquer criança. Buscando e garimpando esta força espiritual e psicológica no desenvolvimento dele estou angariando estes momentos. E de tar um tempo para mim. Será bom e me dará mais gás para respirar e, para ele, mais garra, força e independência.


Nenhum comentário: