terça-feira, janeiro 05, 2010

SÓ AMOR NÃO BASTA


Li esta entrevista e repasso para meus amigos do Satélite lerem! Vejam que bacana! Eu quero dividir minha escova de dentes!!!!!!!!!!!! Algum candidato???
"Em 2010, planeje também seu relacionamento afetivo
Quem disse que o amor não merece um bom plano de metas em 2010?
O consultor Cesar Romão defende que relacionamentos afetivos também precisam de investimento.
Ele acaba de publicar Só o Amor Não Basta, obra na qual ensina a lidar com as diferenças e com as exigências do outro.
Nesta entrevista, o autor mostra alguns caminhos simples para quem quiser entrar em 2010 com o coração tranquilo e pronto para o verdadeiro amor.
Quais os grandes desafios para quem quer engrenar um relacionamento próspero em 2010?
Cesar Romão – Lembrar que só o amor não basta. Um relacionamento precisa de investimento diário em atitudes de compreensão e conhecimento verdadeiro um do outro. Nada de fazer da outra parte uma mesa de pileque emocional.
Em um relacionamento, as pessoas respondem de acordo com a maneira como são tratadas.
É preciso não deixar que pessoas de fora deem palpites em seu relacionamento. São sempre os infelizes que oferecem palpites para a felicidade.
Cuidado com as pessoas que não são nutritivas, mantenha-as perto somente em datas comemorativas.
E, finalmente, surpreenda com uma ação carinhosa sua cara-metade sempre que puder.
O que pode ser feito para as questões pessoais não atrapalharem as outras relações, como as do trabalho?
Romão – Não há outro jeito a não ser nos dividirmos em duas pessoas, uma para o amor e outra para o trabalho. É muito difícil não passar um dia ruim no trabalho quando estamos feridos emocionalmente. Mas temos de seguir mesmo assim. Um dos caminhos mais práticos é atuar no trabalho com mais razão e deixar a emoção em casa e junto ao amigo mais próximo.Que outros sentimentos considera essenciais em um relacionamento?Romão – Não são sentimentos, são atitudes. O sentimento de amar já se basta, mas ele não sobrevive sem um comportamento adequado. É preciso conhecer as diferenças entre os homens e mulheres; conhecer os comportamentos femininos que um homem deve considerar; conhecer os comportamentos masculinos que a mulher deve considerar; exercitar perdão e paciência. Homens querem mulheres que entendam de homens e mulheres querem homens que as entendam. Sexos diferentes, mas desejos iguais, para amar e também receber amor.

Um comentário:

Sonia Pires disse...

Me interessei pela entrevista!! Adorei a maneira objetiva com que ele trata o amor, e acho que é assim mesmo. Palavras podem ser ditas, mas as atitudes revelam a verdade. Dizer "eu te amo" pode ser fácil para algumas pessoas, mas agir de acordo com isso... só sentindo mesmo.
Beijos