domingo, abril 09, 2006

Baforadas... humpf...

Pensando bem... aderi que devo realmente seguir os conselhos de algumas amigas. Aprender a ser má e menos trouxa em achar que 'poder ser amiga de tudo e de todos' é legal, puro e sincero. Levei um 'tufinho" em ser legal. Que aprendizado, hêim!?!
Agora realista, nada me abala...
Ha ha ha ha, digo eu!
Amenizando um pouca a minha súbita revolta(odeio esta palavra...não gosto de ser rebelde...gosto, sim, de 'quebrar protocolos') que soube, através de minha amiga C.I.A, vou falar, então, da decepção deste domingo.
Meu time perdeu. Bom, imagino o que me espera amanhã... Seguraaaa!
Hoje, deixo esta bostica de palavras pois to sem inspiração mesmo. Depois do que li e ouvi, a decepção foi grande e nociva para a minha ferrenha bondade.
Estou urrando nesta minha rebeldia repentina. Passa, eu me conheço muito bem...

Logo, bem aí abaixo, coloco as frases de Nelson Rodrigues que mais gostei para o mês de hoje. Amanhã, posto algo mais da minha personalidade, meu jeito(GRAÇAS A DEUS!!!) cômico de ser, engraçado...aéreo e, na paz.

Aliás, a Barbie Mutante me disse uma frase que me deixou mais do que emocionada...não imagina que pensava assim de mim, doce Barbie?
Sabe, deu um nó na garganta, e parti para o pensamento das "contas a pagar" e, logo sequei as minhas lágrimas...
Barbie, depois do que ouvi, ganhei a minha noite! Te amo!

Voltando a esta centrífuga de frutas, boas e ruins, de meu desabafo, deixo aqui, algo de Nelson Rodrigues... Preciso me verter desta acidez de pensamentos obsessivos e malditos!
Hoje só foi a terapia de ser mais eu! De ser mais eu...de ser mais eu... vai Fabiana!!! Trabalha esta frase! De ser mais eu, de ser mais eu... Alguma forma de mudança é sempre válida!

Falando em frases, dizeres ...aí vão algumas deste autor polêmico

Baforadas verbais Rodriguianas:

Ou a mulher é fria ou morde. Sem dentada não há amor possível.

O homem não nasceu para ser grande. Um mínimo de grandeza já o desumaniza. Por exemplo: — um ministro. Não é nada, dirão. Mas o fato de ser ministro já o empalha. É como se ele tivesse algodão por dentro, e não entranhas vivas.

No Brasil quem não é canalha na véspera é canalha no dia seguinte....

Há homens que, por dinheiro, são capazes até de uma boa ação.

A fidelidade devia ser facultativa.

D. Helder só olha o céu para saber se leva ou não o guarda-chuva

Não se apresse em perdoar. A misericórdia também corrompe.

Nós, da imprensa, somos uns criminosos do adjetivo. Com a mais eufórica das irresponsabilidades, chamamos de "ilustre", de "insigne", de "formidável", qualquer borra-botas.

A grande vaia é mil vezes mais forte, mais poderosa, mais nobre do que a grande apoteose. Os admiradores corrompem.

10 comentários:

BB disse...

Fabiana, nosso novo mantra:
SAI ABEL E LEVA O MICHEL!
SAI ABEL E LEVA O MICHEL!
SAI ABEL E LEVA O MICHEL!
SAI ABEL E LEVA O MICHEL!
No próximo jogo, vou lá gritar isso até estar na boca do povo...vais ouvir pela tv ou rádio e lembrar de mim. Porque eu sou sócia colorada, colorada até morrer, amo meu time e vou continuar indo, sofrendo e rindo, porque EU SOU MACACA COM MUITO ORGULHO. Melhor ser peluda e gostosa do que andar de saltinho com penas de pavão na cabeça...eu, heim?!? hihihi

a noiva do re-animator disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nego Neco disse...

Salve, salve, simpatia!
O problema são as metáforas, essas sorrateiras viperinas. Minam nossa espontaneidade. Hoje, acordei com sono, sem vontade de acordar (ops, isso é Cazuza)... Não, hoje eu acordei a fim de foder com as metáforas. Esse "foder" já me traiu, viu só? Mas as metáforas são mesmo uma bosta (ó, de novo). Se por um lado ajudam a ilustrar melhor uma determinada situação, por outro, nos tiram o vigor da lâmina (ó). Por ex.: vai à puta que te pariu. Como é que diríamos "volta para a porra do ventre que não deveria ter te cagado, seu filho de uma vagabunda mercenária"? Não tem jeito de enfiar lá de novo um porco racista, asqueroso, de 130 quilos, por exemplo. Aí, a metáfora serve como pinico pr'aquilo que gostaríamos de dizer. Mas tem vezes em que não deveríamos ficar que nem cagalhão na chuva sendo levado pela enxurrada. Quando dissemos que "tá tudo bem", ao responder um mero cumprimento. Tâmu mentindo, ou apenas querendo se livrar do sujeito com uma simples cordialidade. E assim caminha a humildade, dando lugar a um jogo cínico, em que os contendores usam as armas da mentira. Feito roupa suja, o cesto vai crescendo. E as metáforas ali, feito calcinhas e/ou cuecas imunadas (ó, de novo), juntando moscas. Até que um dia, resolvemos pagar um otário para fazer de conta que nos ouve. Ou, então, juntamos um bando em volta de uma mesa e vamos tirar sarro da cara um do outro. É por aí. Ferro na boneca, meu Satélite de rosto angelical.

satélite abduzido disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
satélite abduzido disse...

Bebê dá um cantinho no galho para eu ficar do teu lado! Depois descemos para vibrar na Libertadores(Jura que entende da bolinha)!

Nego Neco! Amado amigo! Deu um surto em mim ontem que fiz esta centrífuga de palavras... Mas passou...naquelas, mas passou! Se der na telha vou dizer pro diacho:
"dá o c... pra gato arranhar" ...
Gostei da "do ventre", ahahahah!!!
Eu fiz este post na corrida, tentei corrigir mas o editor falhou várias vezes...Até ele me chamou de "filho de la putana"! Então! Liguei o botão "foda-se" para este recado!
te adoro, te adoro, te adoro! meu doce Nego Neco! E ganhei vários papais este fim de semana, né? Segundo a Marta remei na canoa furada... Mas um fadinho de 2005... to vacinada! De lá só sai angu mesmo! rsrs
te adoro
Satélite

6:59 PM

BB disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
BB disse...

É, o amor está no ar, definitivamente.
Tenho a teoria que quanto mais se agridem, mas se amam (juro que não foi proposital, satélite!). Sabes que, no final das contas as pessoas fazem isso apenas pra chamar a atenção. E o objetivo disso é que alguém se movimento para tirá-las de sua vidinha manca e insípida escondida atrás de uma falácia qualquer (do tipo "moro em meio a uma natureza exuberante), que acaba por traduzir-se por "tô no meio do nada e do lugar nenhum, venham me tirar deste marasmo, não aguento mais..." Felizes somos nós que assumimos nosso bando e nossas identidades, nossos momentos bons e ruins. Discutimos mas não nos equivocamos, nem nos perdemos de quem gostamos. To romântica e carente hoje...huhuhuhu.

a noiva do re-animator disse...

É isso aí, bebê, pau neles, fuck you vidinha manca, natureza exuberante e o c.
Satélite, já estou trabalhando em um manual que devo te passar em breve, algo no gênero auto-ajuda, tipo "Como ser uma cretina em dez lições", "Aprenda você mesmo a f... com a vida alheia", "Sua vida está em suas mãos, e a dos outros também", "Canalhice passo a passo", etc...pode deixar, no que depender de mim, o estrago está feito, e será inteiramente pro teu bem. Dói mas passa.

a noiva do re-animator disse...

"Não se apresse em perdoar. A misericórdia também corrompe."

Meeeestre

a noiva do re-animator disse...

Contribuições (aforismos de Oscar Wilde)


"As mulheres feias são sempre ciumentas dos maridos; as bonitas, nunca! Não têm tempo para isto. Estão ocupadas demais com o ciúme dos maridos das outras."

"Hoje em dia todo o mundo é espirituoso. Em qualquer lugar para onde você vá, acaba encontrando pessoas inteligentes. É uma verdadeira praga."

"Gosto dos homens com um futuro e das mulheres com um passado."

"Sempre falem com uma mulher como se estivessem apaixonados, e com um homem como se estivessem enfadados; no fim da temporada vocês terão certamente criado a fama de possuidores do mais requintado tato social."

"A fidelidade é para a vida sentimental o que a coerência é para a vida do espírito: uma pura e simples confissão de incapacidade."