sexta-feira, novembro 16, 2007

Tá reclamando? Quero ser que nem esta vovó!

Publicado hoje no site do Terra, Folha de São Paulo, Zero Hora....

Boa, muito boa!
Blogueira aos 95 anos! Lição de vida para este mundo loucamente doido da internet!

"Espanhola de 95 anos ganhou fama por manter um diário na Internet. Ela é tida como a blogueira mais velha do mundo. Aos 95 anos e com admiradores no mundo inteiro, o que ajudou a contabilizar 340 mil visitas em seu blog, a espanhola María Amelia López atingiu o status com o qual milhões de cronistas de Internet mais jovens do que ela podem apenas sonhar.

María Amelia, que foi apresentada ao mundo dos blogs por um de seus netos há apenas oito meses, tornou-se sucesso mundial.
Seu blog recebe comentários em línguas como o russo, o japonês e o árabe - para ela, estranhas e impossíveis de entender:

"- Me chamo María Amelia e nasci em Muxia (La Coruña) no dia 23 de dezembro de 1911. Hoje é meu aniversário, e meu neto, que é muito avarento, me presenteou com um blog" - escreveu ela na primeira postagem no site www.amis95.blogspot.com

Com uma mistura de humor, ternura, otimismo, nostalgia e com fortes rompantes de esquerdismo, ela conquistou um assíduo público leitor interessado em saber o que essa bisavó espanhola vai dizer ou fazer a seguir.

- Você tem que viver a vida. Não ficar sentada em uma poltrona esperando a morte - defende a blogueira de cabelos prateados em um dos seus mais recentes posts.

Seu blog descreve não apenas as batalhas diárias de uma nonagenária, mas também oferece reflexões sobre tudo, de política e religião à Internet banda larga e à morte. Entre seus piores inimigos estão os asilos para idosos, que ela critica por "drogar seus hóspedes para que eles passem seus últimos dias cochilando quietos em frente à televisão".

- Culpo as crianças, que não querem ajudar os idosos - disse ela no dia 31 de agosto, da casa à beira do Oceano Atlântico em Muxia, na costa noroeste da Espanha, onde passa o verão.

- A Internet me deu um novo impulso para a vida, mas não vejo asilos oferecendo acesso à rede para seus residentes - disse ela.

María, como provam as fotos que a mostram sacudindo maracas em um hotel brasileiro, vive muito longe da cultura "não faça nada e aguarde a morte" que ela tanto critica.

O neto Daniel, que mora com ela, a ensinou a navegar na Internet depois que ela pediu para que ele baixasse biografias de poetas e políticos.
María gosta de ler jornais online. Também aumenta o tamanho das fontes para se manter atualizada sobre os avanços médicos e científicos.
O blog foi um presente de Daniel, que não fazia idéia de quem liberaria no cyberespaço. Ele se tornou assistente da avó:
- Agora tantas pessoas escrevem para mim que nem tenho esperança de responder a todas, mas eu queria poder. Meu neto reclama dizendo que também tem que trabalhar. Ele não pode gastar todo o seu tempo digitando - explicou ela.
Muito da audiência de seu blog vem da Espanha e da América Latina, mas entrevistas concedidas para jornais e TV, com links do YouTube disponíveis no site, espalharam seu nome além das fronteiras da língua espanhola.
Quando Daniel não está, outros assistentes aparecem no blog dela, sejam amigos ou camareiras de algum hotel.
No blog, María conta histórias de sua juventude na Galícia. Também relembra os horrores da Guerra Civil Espanhola e conta como seu irmão foi enviado ao front com 16 anos e voltou com uma perna paralisada. Ela já foi multada por se recusar a mostrar apoio ao Movimento Nacional do general e ditador Francisco Franco.- Devo ser a ativista socialista mais velha da Espanha.
Sou socialista desde os 16 anos, mas meu pai nunca permitiu que eu me juntasse ao partido - diz ela.
Bisavó ganhou leitores no Alasca, na China e na Nigéria
Na sua lista de aversões estão tomar remédios, grosserias e companhias telefônicas que demoram para instalar a conexão de Internet banda larga.
Suas paixões são poesia, política, memórias de infância, sua região natal, a Galícia, um Jesus Cristo que não gosta de riqueza e "os trabalhadores".
Ela conquistou leitores em lugares tão distantes quanto Alasca (EUA), Austrália, China e Nigéria.
Algumas pessoas sugerem que María tira proveito de sua popularidade ao receber dinheiro de anúncios publicados no blog.
Crítica que ela rejeita:
- Fiz isso para me dar prazer, não para começar a competir com as pessoas ou para fazer dinheiro - disse ela.
O primeiro-ministro da Espanha, o socialista José Luís Rodríguez Zapatero, está entre seus fãs. Uma carta de seu gabinete é um dos muitos documentos que ela postou no seu site.
- Que você possa dar continuidade a isso por um longo tempo - disse a ela o primeiro-ministro.
A admiração é mútua.
- Não tenho cultura o suficiente para que um primeiro-ministro me escreva. Sou apenas uma velhinha.O blog de María pode ser popular, mas ela é a primeira a admitir que isso pode não durar muito.- Um dia, logo, vou morrer. A única coisa que me assusta é a possibilidade de ficar louca. Até lá, vou adiante."

Nenhum comentário: