terça-feira, janeiro 20, 2009

Gato inesperado


Então vamos lá... Tantas coisas e couuusas em tantas, para tantas lembranças! A Vida é assim: marcante...
Fiquei feliz, lisonjeada com uma ligação de alguém muito importante em minha vida. Coisa de décadas! Os mais íntimos sabem o quão especial foi. E para comparar com um toque informativo do mundo afora, resolvi postar esta notícia que surpreendeu uma rede de tv alemã. Um gato invadiu o estúdio quando o apresentador falava ao vivo a meteorologia da semana. Quando li isto pude lembrar algo que me aconteceu há duas semanas. Estava em meu trabalho atucanada e anisiosa com as ínumeras ligações de uma corretora. Quando o cel tocou, de novo, fui surpreendida, também, por uma ligação de um gato muito astuto e querido. Ligou, falou, tentou se explicar o porquê da procura depois de anos e eu gélida, já reconhecendo a voz, disse seu nome e me silenciei para ouvir tudo o que ele tinha a dizer. Tremi nas bases pois caiu num momento em que ando "fora da área de cobertura", ou melhor, na tal da "paz sem sabor", sabe?
Pois é... entre tantas e tantos personagens ficou a lembrança! A lembrança de procurar, depois de anos, para dar um oi, rever, ouvir, falar... Fiquei grata!
E este gato anda por estes telhados da cidade... E eu... adormecida num misto de preguiça espiritual ando... sonhando... repousando nestas abençoadas férias. Abaixo alguns trechos da matéria onde o gato invadiu o estúdio. Desta vez um gato de verdade! Pois o meu gato inesperado anda miando por aí. Nem eu sei quais são suas trilhas. Mas ficou o carinho. Como ele que me ligou, gatos são sábios, enigmáticos e são provavelmente, de outro mundo.
Trechos, site do jornal O Globo:


"Um gato invadiu um estúdio de um canal de televisão alemão durante a transmissão ao vivo da previsão do tempo por um meteorologista alemão. Joerg Kachelmann falava sobre o frio que atinge a Alemanha quando um gato roçou na perna dele, fazendo com que ele olhasse para baixo para ver o que estava acontecendo. Kachelmann resolveu pegar o gato no colo porque achou que os telespectadores teriam estranhado sua reação se não vissem o que a causou.
"Gatos se irritam quando são ignorados, então fiz questão de dar atenção a ele", afirmou o meteorologista. "

Nenhum comentário: