quinta-feira, julho 08, 2010

Vai entender....


Morar no Rio Grande do Sul implica em convivermos, diariamente, com as notícias do tipo ‘uma frente fria chega ao Estado nesta madrugada. A massa de ar polar vinda da Argentina e blá blá blá...” Por aí vai. Os hermanos soltam suas bolhinhas de gelo que são conduzidas pelos ventos e oceanos. E nós? Haja pulmão e remédios para tantas ‘ites’ - rinites, sinusite e bronquite. É uma sinfonia de fungadas e espirros alérgicos. O corpo do gaúcho é um termômetro humano louco. Ontem quase trinta graus na cidade – diga-se em pleno inverno – e hoje já começou com as temperaturas despencando. Do nada, surge o sol e a temperatura sobe. Asmáticos! Vamos nos unir e morar na Bahia! Rsrs Bah, tchê! Não existe mais o ‘ensacar’ de roupas de verão no inverno ou ensacar roupas de inverno no verão! Aqui é uma salada mista climática. E o pior: é oito/oitenta. Não existe ‘pouca coisa’. É pra doer a peleia!

Um comentário:

Rafaela Perdomo disse...

E o pior é que vem tudo da Argentina né !!
Ate isso esses argentino estragao :S
Hahahahaha...