sexta-feira, outubro 15, 2010

Uma verdade e uma descoberta

Juntando fatos e lendo alguns dizeres de uma amiga minha questionei sobre porque alguns acontecimentos impressionaram tanto a minha vida com tristezas e principalmente, decepções. Ela foi tão precisa na sua abordagem perante a mim que de cara, me indagou:
- Quem te ensinou que todas as pessoas do mundo precisam gostar de ti, aprovar o que tu fazes e te achar legal? Daonde isso pode acontecer sempre? Como esperar ser aceita por tudo e por todos?
Fiquei imóvel no meu olhar.
Ela tinha acabado de atingir meu 'tendão de aquiles"! Foi lá dentro num questionamento que já deveria ser sanado, esclarecido para uma mulher de quase 40 anos como eu. Esta coisa que fico falando que sou de outro mundo, parece misansene, mas sou mesmo. Poxa vida...estava mais que na hora para acordar num parecer tão óbvio: Uma pessoa pode gostar ou não de ti, não importa o que tu fizeste de bom para ela, se devotou amizade, dedicação, amor e paz a ela.
Eu não preciso viver achando que todo mundo tenha a gostar de mim só porque part o de premissas corretas.
Por mais que, para estas pessoas na qual tu, dedicastes tempo, amor e compaixão não venham a reconhecer. Isto é fato.
Não há memória para o positivo; há memória p ara o negativo. Covardia é se fazer de vítima.
O que eu não posso é lamentar perante a isto.
Adiante!
Viva o meu jeito de ser !!!!
Cresci num processo de experiências.
E se alguém achar que, hoje, por exemplo, eu esteja errada; paciência!
Existem critérios de moral e conduta, tão deturpados, que seria uma heresia ter poder em influenciar nos nossos sentimentos. E confesso que eu era atingida com certas palavras.
Filtrei e passei a pensar mais em mim. E parece que isto causou mágoa. O que eu posso fazer? Burrice de alma, nenhuma escola recupera. E eu que não serei a professora desta disciplina!
Eu aprendi lições com minhas alegrias e decepções e, há pouco tempo, aprendi a desprezar certos “professores universais” que mergulham numa mentira tão surreal que acabam numa overdose sem chance de voltar ao mundo real ou reconhecer seus erros. Humildade é uma palavra inexistente neste contexto de ser humano.
Hoje, estou unindo tudo que li, vi, ouvi e vivi. Esta semana num canal aberto da Net, uma junta de psicólogos abordavam o comportamento humano e a dinâmica de comunicação destes mesmos. Foi ali que vi como vivem pessoas que mergulham e submergem de sua própria mentira. Gente de mau caráter que usa a forja para deliciar-se num mundo obstruído de falsidades e interesses maliciosamente, egoístas.
É de surpreender. Já espalmei minhas mãos e só olho adiante!
Que não gostem de mim, que me julgue quanto quiser! Verdades são verdades, se demorarem a prevalecer não serei eu p a ra perdoar.
Ser prática é a palavra chave!
Viva a praticidade!
Ter a verdade no coração faz nossa respiração ser mais pura sem entrar neste ramo de dar moral ou enumerar lições. Isto vai muito de como tu enxergas a vida! E cá entre nós, eu amo a minha liberdade, adoro minha vida e meu jeito romântico de ser – mesmo que isto tenha deveras contratempos.
Minha vida é maravilhosa! Troquei meu óculos, enxergo melhor e adoro tudo o que faço. E espero que toda aquela minha ânsia de achar que todo mundo deveria me achar bacana expire.
Eu não preciso disto, muito menos provar.
O tempo que é mestre de tudo.

E ontem sorri com as palavras de minha amiga! Ela me libertou de algo que era sem nome ou sem identificação em mim. Acrescentou veementemente:
“ - Ninguém gosta de ser mal interpretado! E vindo de certas pessoas, não pode ser levado em consideração. E depois, penso que o que os outros pensam de nós, a importância da maneira que os outros nos vêem não pode influenciar as nossas atitudes. A tua sensibilidade nesse ponto é grande, só posso terminar dizendo como comecei: Dá uma banana para quem pensa mal de ti, tu sabes o que tu faz. Deixe pensar assim. É até melhor! Comentário maldoso de certas pessoas tu deve enxergar, inclusive, como elogio!”
Foi a grande charada de 2010! Uma verdade e uma descoberta para mim.
Matador!
ELOGIOOO! Amei!

11 comentários:

Petit Artiste, Beatriz Azevedo disse...

Gostei da lógica. É bom quando "caem estas fichas", nao?

Eduardo Montanari disse...

"Quantas chances desperdicei, quando o que eu mais queria era provar para todo mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém"

Seu belo texto me lembrou esse trecho da música do saudoso Renato Russo.

satélite abduzido disse...

Amados! Estou muito feliz com o apoio de vocÊs! Obrigada pelo carinho. Mas achei mais um chácara na minha vida! é bom resolver as arestas abertas.

satélite abduzido disse...

Amados! Estou muito feliz com o apoio de vocÊs! Obrigada pelo carinho. Mas achei mais um chácara na minha vida! é bom resolver as arestas abertas.

Lila Rosana disse...

Oi Fabiana, o seu texto me lembrou uma frase de Madre Tereza de Calcutá, que em um determinado momento disse: "Não importa o quanto você faça de bom para as pessoas, elas vão continuar falando ou fazendo mal a você, mas faça o bem mesmo assim, pois o seu compromisso é com Deus e não somente com as pessoas". É isso!
Bjkas,
Lila

Ebrael disse...

Às vezes, ouvimos alguém dizer "seja você mesmo"...mas como é difícil ser nós mesmos, se muito do que fazemos é esperando aprovação alheia??

Ser nós mesmo, sim, apesar de, não obstante que, mesmo que...nos aprovem ou não!!

Ser essa linda mulher, ser você mesma, e vim querer me convencer que você tem quase 40 anos?? Não acredito: você ainda é uma menina, e com espírito de menina!

Linda você, viu?

Bjs e fica com Deus!

satélite abduzido disse...

Divino Ebrael! Amei! Sim, eu tenho quase 40 anos! rsrs Fico grata com tuas - sempre - sábias palavras. Meu coração agradece! Eu gostei muito deste meu post pois há tempos tinha isto em mim e não me libertava. E esta minha amiga me cutucou num dom tão inteligente que percebi que era isto mesmo que sofria. E desabafei. Valeu.
E adorei teu incentivo! bjo

cesar_esdson disse...

Enfim te amo e tu sabes disso !

Di Luz Pockrandt disse...

Linda a frase que a Lila postou aqui, neh "comadre", rs ....
Amiga... eu penso que a vida é eterno aprendizado e crescimento, tem gente com 90 anos aprendendo ainda... por isso não se sinta mal por ter 40tinha rs e ainda ter questoes pra resolver... se tu olhar pra tras vai que em muits áreas que tu cresceria e venceria com 50 venceste aos 30... a Vida é assim, somos eternos alunos da Vida, Ela é carinhosa, Ela nos ensina sempre com amor, mas se a gente fizer a leitura que Amor neh, por que até pra isso nossa leitura e óculos precisam ser ajustados... bjhos querida linda....

Tio Rogs disse...

Não consegui ler tudo, na metade me desinteressei, sabes pq? Pq não estamos muito preocupados com o que os outros pensam, mas em nós primeiro. Por isso esta necessidade de encontrarmos quem nos aprova, quem concorda conosco. Somos egoístas, egocêntricos, narcisistas. Achamos que o mundo gira na nossa órbita. Quando passas a achar que fizestes uma grande descoberta em concluir que não se pode agradar a todos, eu desconfio que seja apenas uma nova forma de se manter no centro do seu mundo, se ser atingida por estrelas cadentes. bj

satélite abduzido disse...

Pois é "Tio Rogs" da metade em diante não foi do teu interesse. Respeito a quem não termine um livro ou melhor, também respeito um post daqui do Satélite que sequer alimentou vontade de terminar de ler. Tu podes, também, ler um título de uma manchete de jornal e nem precisar ler o embasamento daquela notícia para tirar tuas conclusões. E se estiveres equivocado? Banana pro povo! É o que tu pensa e pronto oras bola! Bem vindo ao mundo adulto. Aliás, nem bem vindo pois já estás nele e sabes muito bem a porta de saída.
E aí que se começa a aprender. Se não lestes por inteiro e já rotulastes concluindo isto fica no teu direito de achar. Eu, dentro de 90% do que escrevo aqui são de coisas que vivi, relações/experiências/alegrias/tristezas que já passei. E não foi pensando 'no meu umbigo' que esperei algo de alguém. E sim, por TER DEVOTADO PARA ALGUÉM. Nunca esperei agradecimento, mas no mínimo RESPEITO de algo que não convém te explicar aqui.
Nunca quis condecorações "Tio Rogs". Não me acho narcisa e a tudo que dissestes... Tu não entendestes e paciência. Não serei eu a conciliadora do que tu pensas. Fica assim... Verbalize o que achares correto 'tio Rogs'...pois a porta, tu sabes qual é.