segunda-feira, março 22, 2010

A verdade


Depois de um fim de semana ensolarado e dando boas vindas ao mês de outono hoje, segunda-feira, damos início a uma série de reportagens de um julgamento histórico no Brasil. A verdade no caso Isabella Nardoni. Acho que não preciso citar que crime foi este, né? O que venho é indagar - e comentar - que será um julgamento que mudará a visão de muitos advogados e também do Direito em si. Trabalho na área jurídica e sei da seriedade que este órgão presta a comunidade. Agora pergunto: Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá são realmente inocentes? Vi há poucos dias que os pais de Alexandre customizaram uma camiseta onde diz algo assim(não lembro as exatas palavras):
“Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá inocentes! Justiça!!”
Algo assim, não lembro bem.
Aí penso:
Eles são inocentes mesmo? Mas como?
Pelo que foi investigado, todas as provas evidenciam que Alexandre tenha junto com a madrasta matado Isabella e a conduzido num gélido ato criminoso jogando pela janela do 6º andar de onde moravam.

Aí questiono: como um criminoso jura inocência depois de ver o Brasil clamar por justiça!?! Como? Como juram que são inocentes? Como os pais vestem camisetas com frases de inocência? Meu Deus que nó na minha mente! Imagino para a justiça. Pois o que sabemos, até hoje, é que todas as provas apontam, sim, para o envolvimento deste casal. E agora, jurarão perante a Bíblia a verdade? Existe, portanto, um respeito a isto? Um respeito a um juiz ou sei lá, a lei?
Foram eles que mataram realmente?
É um mistério que durará cinco dias. Este casal tem também dois filhos que tiveram o destino totalmente brutalizado pela frieza dos pais. Aqui aparece eu o tempo todo os incriminando. foge da minha alçada julgar. Eu só peço que eles, se foram mesmo os assassinos; que confessem verbalmente ao jurado. Difícil, não acham? Difícil. Esperamos para ver a grande verdade.

6 comentários:

Mr.Jones disse...

to pasmo de saber essa da camisa customizada.
Estamos ansiosos para saber como será o desfecho.

disse...

A pior condenação é o da conscência...
Da justiça de Deus eles não fugiram!

abr

Eduardo Montanari disse...

Tomara que eles sejam condenados e no cárcere, sofram terríveis agressões físicas por parte dos outros detentos e detentas. Eu os considero culpados e acho que pessoas que não agem como humanos também não devem ser tratados como tal.

Josy Nunes disse...

Oi,
Fabiana,
amiga, sou estudante de direito e confesso que é difícil acreditar que um pai possa ser tão desumano, tão cruel ao ponto de matar sua própria filha mas, as evidência apontam para ele...pois ficou provado que ninguém entrou ou saiu do aptº então quem atirou Isabela pela janela? Espero que o juiz e jurí seja justo e que condene os culpados a pena máxima. E essa história da camiseta é pura palhaçada. Deveria ser proibido esse tipo de manifestação..Imagine como está se sentindo Ana Carolina a mãe e os avós maternos de Isabela?
Beijão no seu coração, boa semana e fica com Deus

satélite abduzido disse...

Gente! Dei uma aprumada nas palavras...sabe pressa de escrever? Sou eu aqui... bah, escrevi umas palavras que nada tinham haver com o que eu estava querendo repassar. Mas agora "editei" rsrs e espero que esteja um pouco melhor. É o post da interrogação! Nunca vi um caso tão dolorido e misterioso como este. Obrigada pelos comentários amigos. Realmente foi isto mesmo Mr. Jones! Os pais customizaram camisetas alegando inocentes. Coisas...aberrações... Espero que a justiça seja feita, AQUI!

Sonia Pires disse...

Muito triste essa história, me impressiona pela frieza que o pai apresenta se é mesmo que foi ele. Mesmo que não tenha sido ele, provavelmente foi a mulher dele, mesmo assim é brutal a morte dessa criança. Também não quero julgar, mas as evidências levam aos dois. Acredito que sejam considerados culpados no julgamento, porém, nada vai trazer a menina de volta. Coitada dessa mãe, saber que a menininha morreu assim, cruelmente.