sexta-feira, janeiro 08, 2010

A importância de ter um menino!


Navega pela intenet e li este comentário de uma mãe exemplar. Lindas e sábias nas palavras, tirou delicadamente do meu coração tudo que penso e vejo em ter um filho homem. Coloco aqui, no blog(http://lila-conversandocomospais.blogspot.com), alguns trechos deste belo depoimento. Seus dizeres vem exatamente com o que rego para o meu filho já que ele tem somente a mim.

“ ... mas o que eu quero dizer é que ser mãe de um menino é diferente e pode ser tão gostoso quanto."
“... sensibilidade, empatia e percepção são potenciais que precisamos ajudar a desenvolver em nossos filhos e nos meninos em especial, pois os nossos garotos sofrem com uma educação machista e eles precisam muito de amor, delicadeza e sensibilidade tanto quanto as nossas garotas.”

“Ser mãe de menino é, além de tudo, uma grande responsabilidade social, pois os meninos também estão sofrendo com esse formato de educação permeada pela insensibilidade e autoritarismo que damos a eles. Para termos um mundo melhor, precisamos criar e educar filhos mais felizes, saudáveis e sensíveis diante da dor do outro, para este último damos o nome de empatia (colocar-se no lugar do outro). Ensinar empatia é algo fundamental e indispensável na educação de nossos meninos.”

“Percebo nas mães a sensação de prazer em ser mãe de uma menina. Elas falam do companheirismo e da amizade que as filhas podem proporcionar e do receio em ser mãe de meninos pelo motivo contrário. Eu particularmente conheço muitos meninos companheiros e amigos de seus pais. Eles são assim se o educarmos para serem assim.”

“O que acontece é que a educação dos meninos está recheada de preconceitos e tabus*, pois muitos pais têm medo de educar seus filhos homens com delicadeza e sensibilidade por receio de se tornarem femininos, delicados ou sensíveis demais, como se homens não o pudessem ser.Nos EUA foi feita uma pesquisa curiosa sobre como lidamos emocionalmente diferente com meninos e meninas. A pesquisa foi feita em uma maternidade e consistia em vestir os bebês meninos com roupa cor de rosa e os bebês meninas com roupa azul. As pessoas que visitavam os bebês pegavam as supostas meninas vestidas de cor de rosa, no colo e com muita delicadeza faziam voz macia, gesto delicado, diziam frases sensíveis para expressar carinho, etc. As pessoas que pegavam os supostos bebês meninos vestidos de azul no colo o faziam com menos delicadeza, pois eram meninos, a voz era mais grossa para expressar carinho, os gestos menos delicados e a sensibilidade menos expressa. No final de cada visita, era revelado aos visitantes o verdadeiro sexo dos bebês, o susto era grande e a mudança de comportamento em relação aos mesmos, visível. Essa pesquisa mostra como de fato as pessoas lidam, educam, pensam diferente em relação aos meninos e meninas.”

“Existe uma frase que sempre digo em oração ao meu filho desde que ele estava em meu ventre “Que você meu filho se torne um homem Honesto, Justo e Bom”. Para mim, honestidade, justiça e bondade, são valores que precisam ser ensinados e valorizados em nossos filhos acima de qualquer outro.”

“Um dia escutei de uma mãe desconhecida em uma praça pública, uma conversa que me pareceu absurda. Ela estava com um bebê de aproximadamente seis meses e disse à outra pessoa que não gostava de deixá-lo no colo por muito tempo que isso iria mimá-lo demais, que ela o deixava no berço a maior parte do tempo para ele ir se tornando independente dela. Penso que esta mãe não tinha a intenção de maltratar seu filho, apesar de está-lo fazendo, mas sim que era ignorante na arte de educar uma criança. Abraçar, beijar, cheirar, brincar, rir, criar afeto, vínculo, demonstrar amor nunca é demais, não mima, não estraga filho; o contrário sim!”

“Vamos elogiar sua conquista por menor que pareça para nós, mas para eles, ela deve ter sido enorme. Vamos parabenizar pela nota conquistada, por mais que não tenha sido a desejada, e dizer: “na próxima vez você vai se esforçar mais e vai conseguir uma nota melhor, eu tenho certeza e acredito em você!” Vamos exigir menos e acreditar mais, incentivar mais, cuidar mais, estar mais por perto. Eles com certeza sentem a sua falta.Ame, beije, abrace seus filhos não importa se eles têm cinco, dez ou quinze anos... Lila”

Simplesmente lindo. É disto que trabalho ferrenhamente para o meu filho João Vicente. SER HONESTO, SOLIDÁRIO, BOM. O mundo precisa disto!

4 comentários:

Lila disse...

Ola!! Adorei o seu Blog. Ele tem uma energia boa pairando no ar quado entramos o site e nos deliciamos com os temas, imagens e sensações que ele nos proporciona.
Obrigada por seguir o meu Blog e postar o texto sobre meninos. Os nossos garotos precisam de uma educação mais humana e sensível. Sem dúvida, poder compartilhar este mesmo pensamento com outras pessoas é extremamente positivo para nós, e sem dúvida, para eles. Com afeto, Lila.

satélite abduzido disse...

Lila, que alegria ter tuas lindas palavras em meu Satélite. Realmente sou grata por tudo que escrevestes. O mundo precisa de amor! As pessoas estão muito robóticas, machistas e os nossos meninos merecem um mundo mais amável. Obrigada mesmo!

satélite abduzido disse...

Lila, que alegria ter tuas lindas palavras em meu Satélite. Realmente sou grata por tudo que escrevestes. O mundo precisa de amor! As pessoas estão muito robóticas, machistas e os nossos meninos merecem um mundo mais amável. Obrigada mesmo!

Bia Azevedo disse...

Lindo, lindo. Absolutamente relevante e verdadeiro. Sempre enxerguei a criação machista como prejudicial porque só reproduz o que há de ruim no mundo adulto. E para mim e meu esposo a criação baseada na honestidade vai naturalmente tornar nosso garotinho em um homem justo e equilibrado. Ciente de seu espaço, de seu valor e de suas obrigações. As vezes confesso, me dá um certo medinho de criar um bobão, é triste, mas muitas outras crianças, e talvez mais tristemente os meninos, são empurrados com a barriga pela vida afora, são terceirizados por pais que só pensam em ser provedores materiais. Mas é sempre reafirmador poder constatar que há por aí muitos outros pais e mamãs verdadeiramente conectados aos seus filhotes, amando-os e deixando-os crescerem fortes e bons. beijos para voce Fabi por divulgar o que esta outra mae escreveu de tao bom. Muita saúde e felicidade sempre para voce ao lado do seu lindo garotinho! Bia