terça-feira, julho 28, 2009

Vivo um dia de cada vez




Estes dias ouvi as palavras ‘sequelada’ e “traumatizada” devida a minha trava e cautela com a vida.
De cara confirmei:
“ – Sou exatamente isto. A vida me ensinou a ser mais comedida sempre com uma certa dose de egoísmo e frieza”.
Meu tempo de “Julieta” se foi.
Hoje penso, sempre, no meu filho em primeiro lugar. Talvez isto me prejudique no meu universo de sentimentos... Mas é cedo dizer... Deus já está me guiando.
É que, o meu hoje, tem pegadas em terra firme e não mais nas nuvens.
Vivo, portanto, um dia de cada vez!

Nenhum comentário: