terça-feira, junho 02, 2009

Toda a mulher a partir dos trinta anos...


A mulher depois dos trinta pode dizer várias coisas que a simboliza. É um momento da idade em que põe no balanço a sua vida. Ao mesmo tempo que vibra em comemorar uma identidade de independência afetiva e profissional; também sindicaliza o afeto fiel de um relacionamento. Ninguém está mais por brincadeiras! Mulheres a partir dos trinta querem sustentabilidade no eixo relacionamento de suas vidas. Portanto, nega(e não engole!) mais os indigestos sapos dos forjados príncipes encantados. Questiona se realmente a maternidade vai ou não fazer parte de seu destino. Lida bem com sua montanha-russa hormonal. E dá para se dizer que uma mulher a partir dos trinta anos pode até chorar ou fraquejar; porém não se arrepende de nada do que fez. Lambe, dedo a dedo, as suas derrotas para nunca mais esquecer o amargo da perda, embora saiba que a experiência a tornou muito mais forte e dona de si. Ela não se arrepende nem das besteiras que já fez! Esta mulher respira... lateja... contrai...E em todos estes enredos, reconhece que foi através do sacrifício que sorveu o mais glorioso sabor da conquista! Não teme reviver, não hesita o novo... E temum detalhe peculiar rsrs Uma mulher a partir dos trinta, infelizmente, não é perfeita... Ela reconhece seus defeitos... No entanto, a mulher a partir dos trinta anos gosta, em seu turbulento olhar, em seus mantras noturnos, esta mulher(esta mesmo!), a mulher a partir dos trinta anos, também se derrete com um mimo, um gesto de afeto, de um ‘te amo’ expurgado pelo silêncio.... Enfim, toda mulher cultiva esta enciclopédia que traduz este sentimento: O AMOR.

Nenhum comentário: