sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Gatos, seres de outro mundo...



Hoje, lendo o comentário de Carrie do meu texto “Eu, descobrindo o mundo capixaba”, soube que o meu gato Mizy e gato Barthô sofrem com minha ausência. Longe de casa, doida para voltar, descobri o quanto eles são importantes para mim. Ele, o sisudo Barthô e Mizy meu adorável gato cinza! Hoje vou falar do Barthô pois resolvi fazer esta homenagem(engraçado, mas a Noiva falou exatamente isto hoje, dos felinos de nossas Vidas). Coinscidência ou não a intenção positiva que valeu. Aí vai:
Barthô, em saber que um dia, eu o anunciei, via Internet a sua doação.
Como pude fazer isto?
Eram as “águas de março, fechando o verão”e, também, encerrando uma etapa da minha vida que, pensava que custaria a aceitar. Você e o Tempo me provaram que não. Tanto que adotei um outro felino para que pudesse lhe fazer companhia.
A você, meu felino amado, devo muito!
Em todas as repentinas quedas de minha imunidade você, não só esteve ao meu lado, como inclusive, adoeceu também!
Por isto que volta a dizer:

GATOS SÃO SERES ESPECIAIS

Segundo Heloísa Seixas, autora do livro “Sete Vidas: Sete Contos Mínimos de Gatos”, deixa bem lúcido que gatos representam o que não é nada de sobrenatural. Conforme(e concordo plenamente) com a escritora, gatos tem um poder fantástico de observação, uma sintonia fina que talvez ainda seja remanescente dos tempos de vida selvagem. O cachorro, por exemplo, já perdeu um pouco isso, embora não completamente. Os gatos têm uma ligação mais forte com seus ancestrais selvagens. Há um tigre ou uma pantera dentro de cada um deles e isso traz às vezes um comportamento que nos parece fora do comum. A escritora tem uma desconfiança comum. Eles são capazes de ler pensamentos.
São tantos elogios a estes felinos...Outra hora eu cito a elegância E força da presença de gatos em nossas Vidas. Isto é fato, eles enfeitiçam!

Voltando ao meu Barthô e ao meu baiano Mizy, fica, portanto, aqui, a minha homenagem:

Eu não vivo sem vocês...
Meus guerreiros que enfrentaram um babilônia de mudanças radicais do meu destino. Principalmente tu Barthô!
Meu amado Bartholomeu! Tens um miado discretíssimo, um jeito meio sisudo e, também, de ser muito dorminhoco.Charmoso que nosssaaaa!

E você Mizy, representasw o meu chicletinho de felino. Carente, mega carinhoso, comilão e adorador de uma conversa!
Amo demais!
Viva os felinos!

5 comentários:

a noiva do re-animator disse...

Não acredito que anunciaste o Barthô...

Bebe de Rosimery disse...

pois é, eu recebi a oferta pelo orkut, na época achei que era um gato de rua até...ui! espero que ele nunca leia isso, foi tão querido comigo ontem, miando baixo, quase que um gemido desesperado de carencia felina...Ahn, sim, fui batizada pela le ontem, agora assino como bebe. Bjs

satélite abduzido disse...

Lembra, então do anúncio? Pois é...em saber que fiz isto. Por isto que a palavra 'arrependimento'existe em vários ditados da Vida! Eu me arrependi. Mas Bebê, cada um com o seu 'surto', né? Eu fiquei por meses muito mal... Hoje sei que sou feliz e ele faz parte desta minha alegria!
Noiva! Tu não sabias? Pois é G...ops, Noiva...pra tu veres o quanto eu sai da casinha!
Bebê!!! Foste na minha baia ontem? Poxa que legal! Ele miou baixinho, é? Ele é um amor! Super gentil! E, oh: LE PENSAMENTOS!
BJOS MINAS

Dono do Hotel disse...

tenho saudades suas

satélite abduzido disse...

puxa...eu também... Bom receber um sinal de vida seu!
te adoro