terça-feira, fevereiro 07, 2006

Vila-Velha, Parte II



Bom...voltando as minhas abduções nos aeroportos...vou relatar mais algumas que achei interessantes:
Desde que saí do aeroporto de Porto Alegre, solicitei que minha bagagem fosse direto para Vitória/ES. Ok. No entanto, eu, pipoquei em todos os aeroportos(Congonhas/SP, Uberlândia/MG, Confins/MG e, finalmente Vitória. Só pra relembrar, ta?). Estava tão tranqüila com minha bagagem que acabei pagando um preço por isto.
Relato:
Quando estava quase chegando a esta terra do Espírito Santo, ainda, na finaleira da noite, avistava languidamente os recortes da região dos “Canelas-Verdes”(sim, os catarinas são barrigas-verdes e o povo de Vila-Velha são conhecidos como canelas-verdes rsrs). Estava escuro, a lua minguante acompanhava a nossa trajetória.
“-Meu Deus!”, pensei.
A cidade estava to-da iluminada!!!
Vista da janela do avião, parecia uma “placa de rede”de um computador ou, então, parecia cenário do filme Stars Wars. Me senti uma Jedi em plena guerra no espaço... era uma cidade de luzes, de todas as formas. Estas iluminações tinham as origens da cor do amarelo. Van Goh teria um orgasmo se tivesse visto o que eu estava vendo, naquele momento. Quanta luz...
De repente, um aviso. Recebemos um recado do piloto-comandante “não-sei-o-quê” que havia um pequeno problema na pista do aeroporto de Vitória e que, também, ‘aguardaríamos’, no céu, a chegada de um segundo avião.
Nestas alturas, já estava surda de um ouvido... todos falavam alto e eu apenas escutava discretos cochichos... meu tímpano tinha ido para o saco com a pressão atmosférica.
Foi aí que o piloto passou a dar voltinhas por cima de Vitória e Vila-Velha, e mais voltinhas...voltinhas... quando, tonta, apaguei.... ahahahah não foi desmaio... mas sono de ser embalada com tantas voltas...
Ficamos uns dez minutos, mais ou menos, rodopiando... De tanto eu esperar a aterrizagem que apaguei no sono...Dormi, sabe? Literalmente. Acho que o sono mais a pressão baixa contribuíram para a minha abdução.
Do nada!
Um estouro!
Buuuuuuuuummmmmmmmmmm
Dei um pulo da poltrona e me machuquei no quadril por causa do cinto.
Eu estava aterrizando galeraaaaaa! Ahahahahah
Peguei no sono bem na hora da descida do avião... rs ÓBVIO que um ser, como eu, abduzido de sono e, até, sonhos, tinha que levar um susto. A sorte que meu gritinho foi ‘interno’!!!! Acho!!!! Acho que ninguém percebeu...

OUTRA:

PE-GAR MI-NHAS MA-LAS...

De cara amassada, cara de trago... torta de cansaço vou, finalmente, pegar a minha malinha que havia solicitado para ser ‘desovada’direto, em Vitória.
Olho para a minha frente e tava um aglomerado humano em volta de uma espécie de pista de autorama. Ou seja, Malatorama. A pista rodava e dali surgiram as primeiras malas... Quem reconhecia já "laçava'' a mala e ia embora.
Foi aí que percebi mais um problema...
A mala era de minha irmã. Aquelas tradicionais de alcinhas e com rodinhas, sabe?
Pois é...
99% DAS MALAS ERAM IGUAIS A DA MINHA IRMÃ!!!
E eu, abduzida... não lembrava se a cor da mala era azul-marinho ou preto. Se tinha detalhes em couro bege escuro ou preto.
“- Caralhoooo!”, xinguei a mim mesma.
Como não tinha prestado atenção nisto????
Uma mala?
Qual era a minha?
Minha opção foi esperar que, todos aqueles ets humanos, mudos, pegassem as suas malas.
A que sobrasse seria a minha!
E né, que deu certo? Rsrsr
Fui a última a pegar.
Mesmo assim, fui no balcão da Gol comunicar a minha dúvida e, se não fosse a minha pediria ajuda! Deu certo gente...
Por hoje chega... Na verdade, quero contar outras coisas legais que me aconteceram aqui... se der, amanhã eu escrevo! Me adonei deste laptop ou lap-top?

5 comentários:

Porta Voz do Samba disse...

Minha amada! Se todo teu passeio for pelo menos parecido com a viagem de ida, fou ter um troço de tanto rir! Estou com os olhos marejados de lágrimas. Fiquei imaginando como se estivesse na minha frente contando pessoalmente. Se tu já não fosse minha, te comprava com certeza! Aproveita e não esqueça nenhum detalhe para dar-mos boas gaitadas depois! Beijão, te adoro!

Anônimo disse...

Fabi, esse episódio foi hilário. Espero que tu se divirta muito por aí.
Bjos
6/7

a noiva do re-animator disse...

Vou escrever um roteiro trash baseado nesses relatos...o nome do filme vai ser "Uma jeca no avião", com direito a seqüência..."Uma jeca no aeroporto", hahahaha...bah mina, cuidado pra não arranjar briga com a comissária quando quiser abrir a janelinha pra tomar um ar. Essa luzes que descreveste são incríveis! E à noite, ainda! rsrs só tu mesmo, cabeção..
bjs

Angela Queiroz disse...

Estou acompanhando. Espero que a viagem fique cada vez mais divertida! Contigo e com o Rô fora do RS fica difícil sair mais um churras amigo, mas, tudo bem.
Aproveita bem que tu mereces.
Um beijão e até mais!

satélite abduzido disse...

To na dúvida do anônimo aí de cima...quem é! Daria para assinar rs... pois é...uma me chama de jeca, a outra me compra...rsrs joguei pedra na cruz...mas até eu me divirto. bjo a todos meus amiguinhos ets!!!