sábado, fevereiro 04, 2006

Memórias de uma salada festiva



Acho que as minhas lentes de contato entregam minha disfarçada embriaguez. Tava vendo as fotos do meu aniversário e senti um certo brilho estranho no meu olhar. Será impressão minha ou era ‘’alegria’’ demais? Bom... alegria eu sei que estava, mas senti algo esquisito nestas fotos. Será que eram as lentes? Meus olhos estavam tãoooo brilhantes...rs porque será? Bom... mudando de assunto, sei e, estou aostumada com a tradição dos nascidos em fevereiro. Nunca consegui reunir todos os amigos que adoro. Porém, neste de 2006, me surpreendi com o ‘’antes, durante e depois’’ do aniversário. Gracias amigos! Gracias, mesmo! Tava feliz, ri demais.. Durante a babilônia de vozes e risos, na festinha, promovida pela Le, senti faltavam algumas pessoas que não compareceram à festa. Mas os que estavam presentes me ocuparam de massivas gargalhadas... Doeu o maxilar, sabe? Não sei se é esta minha tendência de ficar sempre rindo, achando graça onde ninguém acha graça ou o quê. Mas ri muito. Quem estava na festa sabe do nosso amigo do Foguete! Ahahahaha Que sonoplastia Álvaro! Eu até, agora, me pego rindo sozinha quando lembro das cenas! Fuuuulupt! Bum! Bum! Bum! Ana Ferraz! Teu marido é uma laje!
Depois veio o samba, claro! Juro que para a minha surpresa! Acabei indo para o ziriguindum!
Gente! Eu não fui ao samba de raiz...fui na nascente! E enlouqueci! Cantei, observei às pencas, me surpreendia com um mundo sambístico jamais explorado por mim. E estava com grandes amigos.
Fechei a noite com chave de ouro! Mesmo com o este forte calor que Forno Alegre nos presenteia eu não deixei de curtir!
Já no outro dia, meu oficial aniversário, foi a vez da minha amada família que me provou que, na hora de dor, são eles que estão ao nosso lado. Docinhos, salgadinhos e visitas de amigos ilustres, inclusiva ‘as da safra" estavam lá.
No entanto, véspera de viagem, senti que meu dever era enjaular-me no apê e sair em busca de apetrechos ainda não colocados na mala. Credo... que trabaaaalhoooo...acabei fazendo um ‘pente-fino’ na casa para colocar, em dia, tudo que estava pautado para "a lista da mala II"!
Vila Velha! Me receba! Quero contar histórias, fazer histórias ... Viver.

6 comentários:

Bárbie mutante disse...

Realmente coisas boas e engraçadas aconteceram no aniver desta peça rara aquariana...eu estava lá e ví os foguetes, o braguetão aberto. Me deliciei com o churras maravilhoso assado por um amigo voluntário q contribuiu como várias outras pessoas...É amiga, foi bom, mas tão bom que conseguiu superar uma pérola q ouvi qdo tua festa começava e alguém entra aos berros dizendo não entender como tu consegue marcar uma festa exatamente num dia em que tinham uma outa festa de não sei quem e não sei aonde e que era "imperdível". Me senti tão sem importância naquele momento. O que logo se confirmou no momento em que abandonou todos seus convidados, inclusive eu, pra sair, pra minha surpresa, em direção a tal festa...tudo bem! Ainda assim te acho educada. Te achei uma vítima. Ou não. Importa é que fez o que estavas a fim. bjos.

a noiva do re-animator disse...

Falou a Barbie mutante revoltada.
Bem que lembraste...promovida pela Le...quase a verdadeira anfitriã da festa!
Bem, se estava boa ou não a outra (tb prefiro acreditar que mais uma vez fostes "abduzida" e que pouco podes diante de incomensuráveis forças externas), pouco importa.
Interessa é que conseguimos te provar que os amigos que realmente te amam estiveram presentes do início ao fim, mesmo que em fevereiro, mesmo numa noite de tanto calor, mesmo os que moram ao lado e também os que vieram de longe pra te ver.
Muita risada, muita energia boa, vontade de que não acabasse tão cedo, né?
Sem problemas, outras virão!

Beijos

satélite abduzido disse...

Bárbie Mutante e Noiva do Re-animator...falei com a metastase de sapo furado e agora carrier rsrs...não sei mais a identidade dela... Saí de Porto Alegre meio travada...pois jamais pensei em magoá-las...JAMAIS... meu maio problema é não saber dizer"não"... e disto surgiu um desconforto em saber que eu havia magoado. Logo vocês? Não, eu não tinha compromissos nem nada... fui no embalo, na alegria e deu... Mas...bom ...tenho esta mania do silêncio...pensamentos... segundo a Carrier, pode ter sido uma das minhas grandes falhas do meu casamento, justamente por não falar... fica assim... EU AMO VOCÊS COMO NUNCA!!! To aqui, nesta praia, como uma legítima rata... só vagando na areia e mar... E que mar... PELO AMOR DE DEUS! VAMOS PRA CÁ ANO QUE VEM... isto aqui é o RJ somado com a beira-mar de Floripa lapidada com uma natureza ímpar ... agendem-se por favor...

bárbie mutante disse...

q está numa crise de reavaliação comportamental!!! aguardem os próximos capítulos... não vou mais ficar esbravejando reclamações até pq bárbie é barbie e embora mutante ela ainda é mt delicada. Eu sou!!!

satélite abduzido disse...

mais capítulos? não! Sei de meus defeitos e de meus pecados... Mas sei bem da minha essência e da minha alma perante aos meus amigos. Sou que que estou passando por mutações ou vc Barbie? Eu que vou aguardar mais capítulos? Não... me causa gastrite mental! Te amo
bjo
Eu, a própria abduzida...

a noiva do re-animator disse...

ô cabeção,
nem vou reclamar + nada pq a Barbie já deu o recado e acho que, no próximo ano, as "abduções" na festa não deverão se repetir (até porque todas as portas estarão lacradas e sombras ameaçadoras irão impediar a tua fuga; as mucamas se revoltarão e lançarão maldições contra ti e então as sete pragas do Egito se abaterão sobre todos os arraias de samba em Porto Alegre, sem deixar pedra sobre pedra). Logo, pense bem. Tua evasão implicará na extinção de toda uma raça.
Ah, já ia esquecendo. É "CARRIE, a estranha", e não CarrieR. Mulher eletrodoméstica que és, deves estar confundindo com Springer Carrier, ou alguma porcaria de marca dessas, no mínimo.
bjs
Cuidado com o sol.